Modelos

Representatividade trans na moda

Teodora Oshima para Neriage

Em homenagem ao mês do Orgulho LGBTQIA+, fizemos uma seleção de modelos trans que trouxeram mais representatividade para o SPFW N53!

Além de modelo, Teodora Oshima é estilista da marca homônima, que trabalha sob encomenda. Tete desfilou para Silvério Brand, Neriage, Weider Silveiro e Rocio Canvas (foto).

Gabrielle Gambine é modelo, atriz ("Verdades Secretas 2"), faz direção criativa e é sobrinha da icônica Roberta Close. Aqui, no desfile da Martins 

Com mais de 700 mil seguidores no TikTok, Lana Santucci protagoniza vídeos de humor sobre relacionamentos ao lado do namorado. Desfilou para Rocio Canvas e À La Garçonne (foto)

Ofelia Brosco também é artista plástica (confira no perfil @ofegallery no Instagram) e desfilou para a Martins e Weider Silveiro (foto)

Sam Porto estreou no SPFW em 2019 como 1º homem trans do evento. Nesta temporada, desfilou para a Led e Bold Strap (foto)

Descoberta no reality "Born to Fashion" em 2020, Barbara Britto (@flordepetroleo) também desfilou para a Bold Strap

Em sua 2ª edição de SPFW, a cantora baiana Ôda Thaylor fez Ponto Firme (veja neste link) e Naya Violeta (foto)

Cecília Gama já tem agente internacional, foi capa da "Harper's Bazaar" Brasil de outubro de 2020.
Aqui, desfile da À La Garçonne.

Com mais de 1 milhão de seguidores no TikTok, a mineira Gabriela Ádie estreou no SPFW N53 na passarela da Martins.

Da novela "Quanto Mais Vida, Melhor" para a passarela de Walério Araújo, Carol Marra é jornalista de formação e é veterana da passarela!

Lana Santucci
para Rocio Canvas

Você acha que a moda precisa de mais representatividade?

Para mais modelos, clica aqui!

Gabrielle Gambine
para Bold Strap