SPFW

Ponto Firme - e consistente! 

Sob comando do estilista Gustavo Silvestre, a Ponto Firme segue cada vez mais inclusiva em seus desfiles - seja por quem faz a roupa, seja por quem desfila o look! Olha que bacana sua apresentação no SPFW N53!

Criada em 2015, a Ponto Firme começou como um projeto para capacitar detentos de uma penitenciária em Guarulhos, SP, na confecção de peças de crochê e tricô. Hoje emprega os egressos do sistema carcerário... 

...E expandiu para a Escola Ponto Firme, que fica no Centro de SP. Neste desfile, a marca inclui looks feitos e desfilados por pessoas trans, e peças de marcas da periferia com styling de Vicenta Perrotta. 

Na passarela, mais inclusão! Olha a Maju de Araujo, modelo com síndrome de Down (saiba mais sobre ela aqui).

Sob coordenação de Gustavo, 30 artesãos fizeram os looks

Biquínis, chapéus e vestidos em diferentes pontos de crochê com fios metálicos, de algodão,  jeans e viscose!

Em alta nesta temporada (veja aqui), o corset ganha versão de crochê...

...E pra quem quiser fazer um igual, tem um passo a passo no site das Linhas Círculo, que apoia o Ponto Firme!

Ponto Firme também faz upcycling e reaproveitamento de tecidos. Olha o look lindo de Carol Ribeiro no Baile da Vogue (veja mais aqui).

Para mais desfiles, clica aqui!