Modelos virtuais são realidade
na moda!

Tendências

Com a pandemia da covid-19, o mundo inteiro, inclusive a moda, recorreu ao espaço digital. Nessa realidade, surgem as modelos virtuais, e até agências para esses avatares.

Fotos: Reprodução

O laboratório de moda digital Rendoo se uniu à empresa de relações públicas de moda Namesldn para criar uma agência que trabalha apenas com modelos digitais, a Hum.ai.n.

A Hum.ai.n defende representatividade e diversidade em seu casting virtual, com 3 modelos que expressam individualidade e inclusão.

A modelo Mosi, segundo a Hum.ai.n, "se posiciona contra a inclinação da moda de ditar tendências e celebra a beleza de sua condição autoimune, o vitiligo".

Já Unix é a primeira modelo transgênero não-binário virtual. Unix utiliza pronomes neutros e, segundo o Insta da agência, "defende que jovens trans sintam orgulho de seus corpos".

Java é ruiva, com pele cheia de sardas, e pede que a "verdadeira imagem da beleza seja representada na indústria".

Clica aqui pra saber mais!