Recicle-se

7 dicas
de sapatos sustentáveis

O mercado de calçados é um dos mais complexos quando se fala de reciclagem e sustentabilidade. Mas várias marcas brasileiras já oferecem produtos bem bacanas!

R$ 450

A Seringô tem sandálias e tênis 100% orgânicos, sustentáveis e biodegradáveis, feitos a partir de uma borracha natural desenvolvida durante mais de 20 anos.

R$ 99

A marca trabalha com seringueiros e comunidades indígenas na produção da borracha, ajudando a manter a floresta em pé e gerando fonte de renda para quem vive na Amazônia.

R$ 176

Com um único modelo de sandália, disponível em mais de 10 cores, a Linus é unissex, vegana e totalmente produzida no Brasil!

Fundada em 2018, a Linus usa plástico de origem vegetal, livre de metais pesados e totalmente reciclável.

A coleção da Boaonada em parceria com o Discovery Channel incentiva a usar a peça até "acabar". Mas em vez de jogar fora, o consumidor é orientado a devolvê-la à empresa pra ser reciclada.

R$ 169,90

A Vegalli Shoes usa tecidos reciclados de garrafa pet, forro de algodão reciclado e o solado de borracha natural com reaproveitamento de sobras da produção.

R$ 349,90

As estampas (sem corantes artificiais) têm inspiração brasileira, como pequi e flores tropicais, e bons camuflados e folhagens!

R$ 229,90

A gaúcha Insecta Shoes produz sapatos a partir de roupas usadas, garrafas plásticas e algodão reciclado. São 24 modelos (a partir de R$ 159), além de roupas, produtos de papelaria e acessórios.

O Arpx Super Light (R$ 679), novo tênis da Osklen, é feito com carbono de base biológica, proveniente da cana de açúcar brasileira. 

A Osklen tem vários modelos com atributos sustentáveis, como os tênis de juta natural e canvas de lona de algodão reciclado. 

Marca do grupo Arezzo, a Alme é 100% carbono neutro. Tem modelos masculinos e femininos feitos com fibra de cana de açúcar, garrafa pet e algodão reciclado. Preços a partir de R$ 155.

Para mais peças sustentáveis, clica aqui!