5 marcas com pegada slow fashion 

Moda

Foto: Divulgação

Criativos nacionais estão se empenhando em fazer uma moda mais sustentável! Vem conferir nossa listinha com 5 nomes pra conhecer já

Com passagem pelas marcas Cris Barros e NK Store, Luiza Tiezzi quer questionar o consumo dentro da moda com sua Lote. Ela faz upcycling e transforma peças antigas em novas!

Ela compra as peças em lote (daí o nome) de leilões, famílias vendem tudo, feiras e vendedores diretos!

Comandada pela mineira Renata Rosa, a Santa e Nuvem aposta em colabs com artistas para estampar suas coleções, que priorizam modelagens confortáveis

A sustentabilidade é uma das preocupações da marca, que utiliza tecidos como linho e poliamida biodegradável. Além de pontos no Brasil, a Santa e Nuvem também pode ser encontrada em Barcelona!

A Lo de Lui, fundada em 2020 por Luiza Rosas, aposta em uma estética mais gráfica e modelagens minimalistas

O mais bacana é que as peças da Lo de Lui são pintadas à mão por Luiza, que também utiliza o upcycling, bem como fibras naturais e nacionais

Idealizado por Pablo Monaquezi e Vini Uehara, o Projeto Mottainai garimpa itens usados pra transformá-los em peças únicas!

Segundo a dupla, na cultura japonesa, a palavra Mottainai [もったいない], em uma tradução simples, significa algo como "não desperdice"

Resgatar peças e diminuir o resíduo têxtil também foi ponto de partida de Gabrielle Pilotto quando fundou a Ventana em 2012 em Santa Catarina

A Ventana busca uma estética ousada, mas também faz alfaiataria e peças mais minimalistas

Veja mais
Recicle-se aqui!