A expô de Wes Anderson e Juman Malouf

09.11.2018 - 14:00 Vídeos de moda comente!

Ele é bem conhecido por seu trabalho como cineasta, mas agora assina uma exposição ao lado da mulher Juman Malouf, que é escritora e ilustradora. A “Spitzmaus Mummy in a Coffin and other Treasures” de Wes Anderson e Juman faz parte de uma série de expôs assinadas por convidados (já rolou a “The Ancients Stole All Our Great Ideas” do pintor Ed Ruscha e “During the Night” do ceramista e escritor Edmund de Waal) no Kunsthistorisches Museum de Viena, com a ideia de jogar um outro olhar no acervo histórico deles. E claro que dessa vez o olhar passa pelo que a gente já conhece de Anderson: uma valorização do excêntrico, que não liga pra convenções anteriores de estudos formais e grandes mestres e prefere buscar o deixado de lado – mas com muita personalidade. A seleção acabou mais subjetiva, baseada no gosto do casal. Retratos anônimos, animais empalhados exóticos, coisas que vão ser exibidas pelo museu pela primeira vez… São mais de 400 itens, incluindo alguns emprestados do Museu de História Natural de Viena, que nos fazem pensar sobre o próprio papel do museu hoje, sobre o que valorizamos na arte e na história, e sobre quais partes da história da humanidade que a gente deliberadamente deixa de fora!

Relembre “O Grande Hotel Budapeste”, filme de Wes Anderson que a gente adora!

A exposição fica em cartaz em Viena até 28/04 do ano que vem. Em outubro de 2019, ela abre na Fondazione Prada, em Milão (a instituição assina como colaboradora já nessa montagem, e a assistência de curadoria conta com Jasper Sharp do Kunsthistorisches e com Mario Mainetti da Fondazione). Acima, no trailer do próprio Anderson, dá pra sentir um pouco do clima dessa curadoria. Play!

Tags:                      

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas