Categorias: Moda

Yves Carcelle fora da Louis Vuitton

14.09.2011

ReproduçãoYves Carcelle sai da Louis Vuitton

Mudança estratégica na Louis Vuitton – e não se trata da saída de Marc Jacobs. Yves Carcelle, o diretor e CEO da marca desde 1990 e um dos grandes responsáveis pelo crescimento da etiqueta – incluindo a linha de roupas assinada por Jacobs que é um caso de sucesso no mercado – vai entregar o cargo pra Jordi Constans, um executivo da Danone. Jordi passa um ano se familiarizando com a empresa pra assumir o posto no fim de 2012.

Carcelle passa responder pela Fundação Louis Vuitton, que deve inaugurar sua sede projetada por Frank Gehry, em Paris, no início de 2013. E continua no conselho executivo do grupo LVMH, o proprietário das duas empresas, onde ele já presidia a divisão de moda e artigos de couro.

VEJA TAMBÉM: O grupo LVMH vai abrir as portas de seu império
LEIA MAIS: Marc Jacobs, o estilista de 10 milhões de dólares

Bernard Arnault se pronunciou sobre o novo movimento: “Estou muito satisfeito com a entrada de Jordi Constans no grupo. Inicialmente ele terá o privilégio de trabalhar com Yves Carcelle, que lidera a Louis Vuitton com sucesso desde 1990. Desejo a ele o melhor pro futuro dessa marca-ícone dentro do grupo LVMH“. É natural que Arnault coloque a fundação da Vuitton nas mãos de Carcelle, mas é impossível não imaginar o furacão dentro da empresa a partir de agora, principalmente com a suposta saída de Marc Jacobs pra assumir o lugar que foi de John Galliano na Dior. Uma nova era começando na marca!

LEIA TAMBÉM: Marc Jacobs e Robert Duffy prontos pra recomeçar – de novo
VEJA MAIS: Marc Jacobs na Dior e Phoebe Philo na Vuitton?

Tags:                    

Compartilhar