Categorias: Moda

Sommer fala da Sumemo e próximos projetos: vai ter coleção dele no Extra em 2012!

15.12.2011

Bem diferente da primavera-verão 2011/12: se a reclamação da crítica especializada sobre a Sumemo era que o desfile tinha muito show e pouca roupa, a coisa mudou pra apresentação de outono-inverno 2012. E quem entra nessa “ação entre amigos” que caracteriza a marca e inclui músicos como Badauí (CPM 22), designers como David Pimentel (da Skull), estilistas como Dudu Bertholini (Neon) e até apresentadoras como Julia Petit (“Base Aliada“) é Marcelo Sommer! Ele assina o styling e direção criativa da apresentação que fechou a Casa de Criadores. O resultado é mais moda – apesar do excesso de jeans e camiseta ainda estar lá – com direito a macacão, jaquetão, vestido-regata, legging de cobra e outras novidades.

Blog LP aproveitou pra conversar com Marcelo sobre seus novos projetos, que incluem o “Acústico MTV” de Arnaldo Antunes, o Teatro da Vertigem e coleções pra rede de supermercados Extra! Confira:

Como foi o convite da Sumemo, o Poisé [dono da marca] que te chamou pra fazer?
É, eu estava montando uma loja na Augusta, fazendo uma curadoria de marcas. Quis colocar a Sumemo e tive esse 1º contato com os representantes da marca. Aí eles me convidaram e rolou.

E o que você está fazendo pra marca, exatamente?
É um styling-barra-direção-criativa. O trabalho da Sumemo é mais colaborativo, tem o trabalho do Fábio (Kawallys), algumas coisas que ele customizou, a roupa do Dudu… Mas enfim, o feminino da Sumemo era uma coisa mais “mana”. Eu entendi que essa mulher desse mano não é “mana”. Ela é mais “bitch”, com um luxinho street. Pelo falso, por exemplo.

Esse trabalho vai ter continuidade ou é só esse desfile mesmo?
Não sei, pode ser. Não falamos sobre isso. O que eu acho legal é que a Sumemo é uma marca “virgem”, por assim dizer… É o branco e preto, a caveira, o soco inglês, essa coisa mano, mas esse universo é tão gigante, né, envolve tanta coisa. A mulher, por exemplo, já está bem mais feminina e sexy agora, do jeito que eu acho que elas estão gostando de se vestir.

Renata KalilMarcelo Sommer

E você está fazendo o que mais, está fazendo consultoria pra outras marcas, é isso?
Sim, e a minha também [a Do Estilista], que continua. E tô fazendo coleções pro Extra Supermercados. Em 2012 vão ter 4 coleções temáticas minhas, fechei o ano inteiro.

Que máximo, e vai ser o mesmo preço da coleção que você já encontra no Extra?
Sim, camiseta barata… Eu falei: “Gente, como vocês conseguem?”.

Preço de custo deles é muito barato, né?
Muito!

LEIA MAIS: E a Top Hat? Leia entrevista com Alexandre Bucci
VEJA TAMBÉM: A campanha da Sumemo

Me conta também o que está rolando na sua marca.
A gente tem a loja virtual. Vão ter coisas que vão acontecer, tipo reabrir loja. Vi que apesar da loja virtual, precisa ter um espaço físico. E tenho muita ideia além de roupa, como objetos, coisas que já fazia no Oliveira Lar. Elas davam supercerto, vendiam superbem. Quero voltar a fazer de uma maneira meio artesanal, em casa… Mas rola muito mais retorno financeiro fazendo o tipo de trabalho que tenho feito, e dando menos peso pro desfile em si. Ele consome muita energia e muito dinheiro.

E nem sempre dá o retorno que você espera.
Não, e tenho feito trabalhos que estou amando. Fiz esse pro Arnaldo agora, o “Acústico MTV”. Minha parte é a direção de arte, figurino e cenário. Muito legal acompanhar o processo inteiro, é um outro universo. Trabalho com Arnaldo faz um tempo, começou com figurino mas foi crescendo. Agora no “Acústico” ele já sabia que queria um carrossel, aí sugeri o resto e meu trabalho acabou virando essas 3 coisas. São 21 músicas, cada uma tem uma cor.

E o que mais além desse trabalho e do Extra?
Tô fazendo o Vertigem, sabe o Teatro da Vertigem? Vou fazer a próxima [peça].

Figurino, especificamente?
E talvez direção de arte também. Já acompanhei 3, 4 ensaios… Mas esse realmente não posso falar nada, porque o Antonio [Araújo, o diretor do grupo] não libera.

Tags:                                  

Compartilhar