Categorias: Moda

Riachuelo ataca: de Oskar e… Cris Barros?

20.10.2010

A coleção batizada Rio de Janeiro por Oskar Metsavaht para a Riachuelo é mesmo muito bacana: dá vontade de ter várias coisas! O macacão preto, a saia de tule branca e azul, as camisas lisas (branca e preta), as sandálias prateadas, as calças saruel masculinas… Chega tudo dia 16/11 nas lojas! O próprio Oskar, em evento pra imprensa e convidados hoje, dizia que a Osklen tem seu próprio caminho e portanto essa não seria uma “coleção mais barata da marca” – e sim uma coleção para Riachuelo assinada por ele. Bom, é inegável: pensou no estilo das criações de Oskar, pensou também na grife, né? E pelo que foi dito, o sucesso vai permitir repetecos – se vender bem, aguardem uma parte 2!

Blog LP aproveitou pra falar com Flavio Rocha, da Riachuelo, sobre essa investida no lado fashion (eles também fizeram parcerias recentemente com Marcelo Sommer e a Los Dos). Dizem por aí que a próxima estilista a assinar uma coleção pra eles seria Cris Barros, e que a negociação está avançada! Leia mais abaixo:

Verdade que vocês foram pioneiros nessas parcerias com estilistas?
Sim, verdade. Nos anos 70, fizemos uma parceria com Ney Galvão, que tinha vestidos de festa, tops… Ney era um grande nome da moda na época, e o preconceito era total. Hoje dá pra saber que existe essa sinergia – caso de Lagerfeld pra H&M, por exemplo. Quando existe essa parceria a marca dirigida pro público A também sai ganhando, se perpetua, explode de vendas.

Quais outras que vocês já fizeram e que você se lembra?
(pensando) Fizemos com o Fause Haten, mais ou menos em 2005. Também teve uma com o Supla que foi bem legal, com uma moda bem teen.

As coleções assinadas são mais caras?
Sim porque existe um custo em royalties, campanha. Ao mesmo tempo, saímos ganhando com o Oskar, que por exemplo descobriu recursos da fábrica que já existiam e não eram usados. O aumento é de 5%, 10%…

Existe disputa de estilistas entre as marcas de fast fashion?
Sim. O caso do Oskar foi uma disputa, por exemplo. A gente fica sabendo de assédio, todo mundo sabe que ele era desejado por todas.

A concorrência (C&A) está preparando o lançamento de uma flagship store hoje com o que eles chamam de novo conceito de loja. Existe uma preocupação da Riachuelo nesse sentido também?

Sim. As 14 novas inaugurações, das quais 10 ainda estão pra acontecer em breve, já possuem um novo conceito, mais jovem e colorido. Também planejamos 20 reformas entre esse ano e 2011.

Existem planos pra próximas parcerias?
Existem. Um dos nossos motes é pensar em coisas bacanas pra quem tem limitações orçamentárias mas as mesmas aspirações dos clientes de moda de luxo.

E a Cris Barros, é verdade que ela é a próxima estilista a fazer uma coleção pra vocês?
Não posso dizer!

Tags:                          

Compartilhar