Rei Kawakubo é o tema da expô do Met de 2017!

Reprodução
O trabalho de Rei Kawakubo já foi tema de uma exposição solo em 2012. Esse é um clique da mostra "White Drama" (drama branco) no Cité de la Mode et du Design, em Paris. Clica pra conhecer mais da história da estilista! Próxima Ver mais fotos
O trabalho de Rei Kawakubo já foi tema de uma exposição solo em 2012. Esse é um clique da mostra "White Drama" (drama branco) no Cité de la Mode et du Design, em Paris. Clica pra conhecer mais da história da estilista!

Confirmaram-se os rumores: Rei Kawakubo de fato vai ser o tema da exposição do Met de 2017! A fundadora da Comme des Garçons é 2ª estilista viva a ganhar uma homenagem solo na expô anual do museu novaiorquino (o 1º foi Yves Saint Laurent em 1983). O museu, que no passado já teve como tema o trabalho de criadores como Alexander McQueen e Charles James, abre no dia 4/05/2017 com mais de 120 peças da CdG assinadas por Kawakubo. Já o tradicional baile do Met acontece no dia 1/04 com a própria Rei mais Katy Perry e Pharrell Williams como anfitriões, além, é claro, de Anna Wintour, a responsável por tudo. O mais bacana é que a organização promete fazer desta edição a mais próxima do público de toda sua história – os manequins devem ficar expostos no nível dos visitantes, sem nenhum tipo de vidro ou barreira física!

Relembre os looks do Baile do Met deste ano

Rei Kawakubo não tem formação formal em moda – ela estudou artes e literatura na universidade de Keio, no Japão, país no qual nasceu. Sua relação com o mundo fashion começou com a indústria têxtil e ficou mais forte a partir de 1967, quando ela se tornou stylist. Em 1969 nasceu a Comme des Garçons. Uma curiosidade é que o nome em francês da marca foi inspirado pela música “Tout les Garçons et les Filles” de Francoise Hardy, um clássico dos anos 60 – informação confirmada pelo CEO da marca Adrian Joffe em entrevista. A etiqueta fez sucesso na sua terra natal e Rei abriu a 1ª boutique própria em Tóquio no ano de 1973, sem vitrine e sem nenhum espelho. O motivo disso? Nas palavras da própria, foi pra “enfatizar a noção de que as pessoas deveria comprar roupas pelo que elas te fazem sentir, não por como elas parecem”.

A Rihanna usou bota Comme des Garçons no VMA!

Em 1981 ela fez sua estreia na Semana de Moda de Paris, onde desfila até hoje. E na época em que estilistas como Thierry MuglerGianni Versace faziam sucesso com roupas coloridas e sensuais, ela armou uma apresentação só com peças pretas, shapes soltos no corpo, assimetrias e babados. O estilo das roupas lhe rendeu o apelido de “o corvo“. Ao se manter fiel à sua estética, a diretora criativa da Comme des Garçons tornou-se um nome muito forte no mundo da moda com fãs poderosos como Karl Lagerfeld e Nicolas Ghesquière. Além disso, seu trabalho é considerado uma revolução – sem ela puxando “os japoneses” (Yohji Yamamoto incluso) não existiriam os belgas conceituais como Martin Margiela e Ann Demeulemeester. Estamos ansiosos pela expô, e você? Clica na foto pra conferir um pouco mais do passado da Comme des Garçons.

Tags:                                          

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas