PanoSocial aposta em produção sustentável

10.10.2016

Esse é o senhor Paulo Tadeu, egresso do sistema prisional e costureiro-chefe de produção da PanoSocial!
A arte dessa camiseta é assinada pelo artista KBOCO, e também é serigrafada com pigmentos naturais
A marca só utiliza pigmentos naturais pra tingir seus tecidos. Lindo esse turbante, né?
A PanoSocial trabalha com matéria-prima ecológica e processos produtivos sustentáveis! Clica na galeria pra ver mais!

A brasileira Natacha Barros trabalhava como produtora de moda e o austríaco Gerfried Gaulhofer é designer. Juntos, criaram a PanoSocial em SP no ano de 2014. A marca vende roupas e acessórios com algodão 100% orgânico ou 100% PET reciclado. Não há mistura de materiais justamente porque a ideia é estimular o ciclo cradle-to-cradle, no qual o produto antigo vira produto novo mantendo ou ultrapassando a qualidade anterior (mas não confunda com reciclagem, tá?). Os fios de algodão vem da Índia (devido a produção de algodão orgânico brasileiro não chegar a 0,1% do total nacional), mas a tecelagem e produção das peças são feitas aqui.

O mais legal na marca é que a produção é feita com egressos do sistema prisional – homens, mulheres e jovens – visando a reinserção dessas pessoas no mercado de trabalho. A marca vende camisetas e também ecobags, aventais, uniforme e outros produtos, sempre com matéria-prima eco. E eles produzem pra outras marcas também! Se quiser saber mais, acesse o site deles. E confere as fotos na galeria! 🙂

Tags:                      

Compartilhar