Notícia triste: confirmado o suicídio de Thimister, ex-estilista da Balenciaga

14.11.2019

O estilista holandês Joseph Thimister morreu aos 57 anos

Ele foi uma das grandes promessas da moda no final dos anos 1990. Chamado de “o príncipe da alta costura” pela excelência e criatividade das coleções de alta-costura que apresentava em Paris, comandou o revival da Balenciaga entre 1991 e 1997, quando foi sucedido por Nicolas Ghesquière. Nesta quarta, 13/11, foi anunciado o suicídio do estilista holandês Josephus Melchior Thimister que sofria de depressão há alguns anos.

Uniformes militares eram grande inspiração tanto pras coleções masculinas como femininas, incluindo alta costura

A Federação de Alta Costura e da Moda em Paris lamentou a morte de Thimister ressaltando seu “estilo vanguardista, elegância e domínio de modelagem, que contribuíram por anos para grandes momentos criativos em Paris”. Formado na Royal Academy da Antuérpia, Thimister conheceu Karl Lagerfeld que disse que ele era “talentoso demais para ser assistente”.

Thimister lutava contra depressão há muitos anos

Thimister também era ilustrador e designer de interiores. Alem do período na Balenciaga, ele cuidou do estilo das marcas francesas Jean Patou e Charles Jourdan (sucedendo Patrick Cox), e das italianas Genny e Emilio Pucci, além de sua própria marca. Foi professor nas universidades Institut Français de la Mode, em Paris, e na La Cambre, em Bruxelas.

Tags:                    

Compartilhar