Neriage e Renata Buzzo são os destaques do Projeto Lab!

12.05.2017

A Senplo, de Rafael Scheneider e Daniel Bossle, se inspira na alfaiataria clássica com toque despojado, levando ao contemporâneo! Curtiu? Conta pra gente qual foi seu preferido!
A coleção de estreia da Rocio Canvas, a “Instante Estante”, se orienta pelo sentimento da impermanência humana. As modelagens tem trabaho interessante com conceito minimalista
Destaque pra beleza, assinada por Amanda Schön
O surrealismo de Caroline Funke ganha força na coleção “Baile de Máscaras”, que questiona os dias que temos expressar sentimentos contrários aos que realmente sentimos – todas essa subjetividade em peças de cores vívidas, como o amarelo, rosa e azul
Na passarela, foram apresentados diversos estereótipos de alunos – a patricinha, o nerd e até a drag, em peças superestampadas que remetem à escola
A Acrvo de Hugo Ito e Lucas Romano continua com sua ousadia e espontaneidade na coleção “Iscool for School?”, em parceria com o filme “Como se tornar o pior aluno da escola”
Ela traz os nós desatados como metáfora pra esses questionamentos, em maquetes têxteis trabalhadas exaustivamente, todas à mão – delicado e poético!
Renata Buzzo foi outro destaque do 3º dia da CdC, com a coleção “She Feels”, trazendo questionamentos sobre sensações como a dor, valor e rejeição – com um toque de girl power!
Inspirada na obra de Arthur Schopenhauer, “O Mundo Como Vontade e Representação”, Rafaella apresentou peças com acabamentos e detalhes muito cuidadosos, envolvendo a cerâmica e lona de caminhão como matéria – de maneira delicada e pontual
A Neriage, de Rafaella Caniello, foi um dos destaques do Projeto Lab dessa 41ª edição da Casa de Criadores – clica pra conferir mais!

O Projeto Lab, impulsionador de novos talentos da Casa de Criadores, apresentou nessa 41ª edição do evento 6 marcas – entre elas 3 estreantes: a coleção de graduação delicada e inspirada em uma técnica japonesa de Rafaella Caniello com sua Neriage; os modelos estruturados e minimalistas da Rocio Canvas e a alfaiataria despojada da Senplo. E pela 2ª vez na passarela da CdC, o maximalismo surrealista de Caroline Funke, a divertida e ousada Acrvo e o trabalho manual dedicado e poético de Renata Buzzo. Quer conferir? Clica na galeria!

Tags:                            

Compartilhar