Categorias: Moda Rua

O estilo dos “manos”

19.03.2009

Mariana Maltoni

Image 1 of 20

Titi Freak: "Não me preocupo em sujar a roupa"

Eles costumam dizer que não ligam pra moda, mas sabem como ninguém combinar proporções, misturar cores e montar looks pra lá de confortáveis. Na festa de lançamento do livro de Titi Freak, na loja Nike Sportswear, em Pinheiros, “manos” e “minas” descolados mostravam que nem é preciso muito pra ter estilo. Blog LP conversou com vários deles por lá pra entender o que pensam na hora de se vestirem e descobriu que o que menos importa ali são as grifes. Quem não tem grana, investe em brechó, nas lojas da Galeria do Rock e nos presentes que ganham de parentes e amigos.

Entre os entrevistados, quase todos dizem que não se preocupam com comprar roupa. “Prefiro gastar meu dinheiro com livro e CD”, declara Eduardo Saretta, dono da Galeria Choque Cultural. Tem mais: ele conta que muitas das peças do seu armário foram herdadas do irmão.

Alguns investem na customização, mesmo que muitas vezes ela não seja proposital. “Eu estava grafitando um muro e a polícia me pegou. Daí eles me falaram ‘você quer pichar? Então picha seu tênis’. Era um Adidas quase novo! Eles sujaram um pouco o tênis e no final, não é que eu gostei? Daí, resolvi pintar tudo”, conta Cristiane Gonçalves.

Num universo dominado por homens, as mulheres precisam seguir um código de vestimenta muito específico como explica a grafiteira Camila Minhao: “fico na rua o dia todo, vou pros bairros mais carentes. Não tem como ficar ostentando. Ainda por cima, tem muito homem nesse meio. Às vezes tenho que me vestir como menino pra ter respeito: calça pra sujar, roupa velha, como um sacão… Essa coisa mais street mesmo”.

Quem pode e quer gastar mais vai direto em marcas pouco conhecidas do grande público, preferenciamente estrangeiras, além de lojas de sneakers e skate shops. Os preferidos? A Maze e a Doc Dog, que ficam nos Jardins. Outro destino certo dessa galera é a internet. “Compro muita coisa online. Meu amigo tem um blog chamado Hype BR… Ele sempre me manda uns links”, conta Jack. Titi Freak, anfitrião da festa da noite, revela que também gosta muito de garimpar coisas lá fora: “gosto de comprar quando eu viajo, principalmente em NY, Japão e França, que tem coisas street legais”. Entre as grifes mais citadas, nomes como Volcom, Adidas, Nike, LRG, Bape, C1rca, Supra, Vans, MCD, Ecko, Quicksilver e AMP… Não conhece? Agora, é só clicar e entrar pra esse mundo do streetwear.

Tags:                            

Compartilhar