Lojas colaborativas: uma vitrine pro e-commerce!

12.11.2018

Elas existem faz um tempo, mas cada vez mais tomam outra característica. Quem vende produtos autorais não precisa mais ter só uma loja virtual, ou expor sua marca em feiras e eventos: as lojas colaborativas são uma alternativa pra quem não quer gastar muito e nem tem estoque pra manter um espaço físico! O aluguel acaba saindo mais em conta porque os empreendedores dividem o local e a gestão da loja, e o valor varia de acordo com o tamanho e a visibilidade desejada.

Vem conhecer a loja nova da ÀLG, a marca irmã da À La Garçonne

Em alguns casos, os expositores pagam uma taxa de administração que serve pra gastos da divulgação da marca – na Colmeia Colaborativa, por exemplo, a curadora pré-seleciona os produtos. Mas também há espaços que disponibilizam um estúdio pro próprio empreendedor produzir seu material de marketing, como o Clube Vintage na Rua Augusta! Outro diferencial bacana dessas lojas colaborativas é que a maioria delas oferece cabides, caixotes e caixas pra expor os produtos – caso da Endossa e da Encaixados! E outras ainda têm áreas de convivência, como bares, cafés e jogos pra atrair o público e realizar eventos! Pra gente é ótimo: um local pra garimpar novidades com muita variedade, ótima opção pra comprar presentes de Natal com praticidade! Abaixo tem uma lista de lojas colaborativas de SP, clica na galeria pra conferir!

Clube Vintage: r. Augusta, 2664, Jardim Paulista, SP
Colmeia Colaborativa: al. Maracatins, 1682, Moema, SP
Como Assim?: praça. Benedito Calixto, 158, Pinheiros, SP
De Tudo Um Pouco: r. Augusta, 1408, Consolação, SP
Encaixados: r. República do Iraque, 1403, Parque Colonial, SP
Endossa: r. Augusta, 1372, Consolação, SP

As lojas colaborativas são um alternativa pra quem quer mais que o e-commerce sem gastar muito com uma loja física! A Endossa é pioneira desses espaços. Vem ver mais!
A Endossa surgiu em 2007 e qualquer pessoa pode alugar “caixas”, que são estantes de madeira! Os preços variam de R$ 140 e R$ 900 por mês pra marca, conforme o tamanho do espaço e dos produtos!
O Clube Vintage, na Augusta, tem um grande fila de espera e prioriza os artesãos!
Os artesãos também podem produzir seu material de divulgação no estúdio que o Clube oferece
E olha só que legal: além de loja, ele tem um espaço pra eventos e café! Isso atrai mais gente
Na Augusta também está a De Tudo Um Pouco!
As lojas são de moda, presentes e até decoração!
A Como Assim? começou com uma feira que reunia criadores de moda e design!
O ambiente não perde as características de cada expositor
E no quintal do espaço têm um restaurante com o mesmo nome! A Como Assim? ainda pretende criar uma área de beleza e bem estar!
A loja colaborativa Encaixados surgiu na internet e depois foi pra um espaço físico
O aluguel varia de R$ 100 e R$ 350. E quem está na loja física também está na internet!
Os expositores podem escolher por cabides, caixotes, caixas e até mancebos!
A última da nossa lista é a Colmeia Colaborativa! 40% do espaço é dedicado pra venda de produtos de outros artesãos
A curadora faz uma pré-seleção dos produtos e os expositores só pagam pelo espaço com uma taxa de imposto

Tags:                                  

Compartilhar