Categorias: Moda

Papo reto entre virginianos: Karl e Carine

20.08.2011

Karl Lagerfeld/Reprodução

Image 1 of 6

Carine Roitfeld posou pra Karl Lagerfeld e respondeu perguntas dele na edição de setembro da "Interview"

LEIA TAMBÉM: Como ela se tornou Carine Roitfeld
VEJA MAIS: Carine pra Karl Lagerfeld na “Visionaire”

A edição de setembro da “Interview” traz uma entrevista com Carine Roitfeld, conduzida por Karl Lagerfeld, que valeria uma edição inteira da publicação, não fossem as outras matérias que a revista produziu. A dupla sentou pra conversar em julho e o assunto foi do livro que ela vai lançar em outubro até as características de um dos signos do zodíaco. É que ambos são virginianos e analisam seu comportamento em relação a essa característica astrológica. Carine comenta, por exemplo, que o fato de ter o Sol em Virgem faz com que ela seja uma pessoa muito leal, mas ao mesmo tempo, vingativa! “Eu não esqueço de nada e, um dia, haverá vingança!”.

E essa é só uma das frases de efeito que vão surgindo ao longo da entrevista. Antes de ler na íntegra, Blog LP reproduz algumas das melhores respostas aqui:

. A beleza e o tédio: “As coisas precisam ter algo de estranho pra serem bonitas de verdade. Beleza pode ser algo bem chato, especialmente se falamos de algo que não dura. E o que dura é exatamente aquilo que não era tão bonito a princípio – leva um tempo pra ser bonito ou interessante ou excitante”

. Karl perguntou o que faz com que uma mesma equipe trabalhe melhor com ela do que com outros stylists – e ela respondeu: “É como quando você faz sexo com uma mulher. O homem pode dizer que se diverte mais com uma do que com outra. [Risos] Mas, a realidade, é que eu sou anti-tédio

. Sobre seu trabalho na “Vogue” Paris sobram farpas: “Vamos fazer um ensaio com todo mundo nu! É muito eu e muito você, não é Karl? Eu não podia fazer coisas como essas antes, com o meu trabalho. Agora tenho toda essa liberdade. Eu só quero projetos divertidos”. E no fim ela revela: “Meu marido foi contra desde o princípio. Ele me disse, ‘você vai enlouquecer'”

. As manias da Carine: “Alguns dos meus tiques aparecem no livro. Eu amo lingerie preta e sapatos brancos e eu amo facas. Tenho medo de sangue, mas por algum motivo eu sempre ponho sangue em minhas fotos… Eu não sei porquê”

. E o que ela não põe numa foto: “Como uma mãe, existem certas coisas que não queremos perto de nossos filhos. Acho muito importante o que os jovens vêem na TV ou em revistas. Drogas, violência, anorexia… Todas são coisas sobre as quais eu, absolutamente, não faço referência”

Tags:                    

Compartilhar