E os indicados ao Oscar de Melhor Figurino são…

Não, não, não! “Cisne Negro“, o filme mais fashion da temporada, não está concorrendo a Melhor Figurino no Oscar! Como pode? Pelo menos Natalie Portman concorre a Melhor Atriz! Bom, caro fashionista, enxugue suas lágrimas e escolha outro filme nessa categoria pra ficar na torcida. No dia 27/02, acontece a cerimônia. A postos? Conheça os indicados…

Reprodução

Picture 1 of 5

Alice: grande concorrente

Alice no País das Maravilhas“, figurino de Colleen Atwood
Na falta de um cisne, Alice chega em clima de “já ganhou”. É provável que seja o longa de maior torcida nessa categoria, e seria bem interessante historicamente que ele levasse a estatueta – não se encaixa exatamente em um figurino de época (que é a área que tem predileção da academia faz anos e anos) e privilegia a criação. E Colleen? Já levou a estatueta 2 vezes (por “Memórias de uma Gueixa“, em 2006, e “Chicago“, em 2002) e merecia levar muito mais.

Io sono l’amore“, figurino de Antonella Cannarozzi
Blog LP está torcendo por esse filme, apesar de ter quase certeza que ele não vai ganhar. E sabe por quê? A gente já falou sobre ele antes – o figurino da personagem principal, interpretada por Tilda Swinton, é inteirinho Jil Sander por Raf Simons! E o acessório? A bolsa é a clássica Birkin bag da Hermès… Muito fashionista! Mas parece quase um erro o filme estar entre os concorrentes de Melhor Figurino: é supercontemporâneo, super dia-a-dia (de mulher rica, sim, mas dia-a-dia). E Antonella é uma ilustríssima desconhecida – só trabalhou na Itália mesmo. Mesmo assim… ah, não custa torcer!

O Discurso do Rei“, figurino de Jenny Beavan
De época mas nem tanto: o filme conta a história do rei George 6º. Ele que é o irmão mais novo de Edward, o duque de Windsor que teve de abdicar à coroa pra casar com a americana divorciada Wallis Simpson. George 6º, apelidado Bertie, não era considerado indicado pro cargo, e o drama principal do longa é a ajuda do terapeuta Lionel Logue que faz com que ele encontrasse sua “voz” e assumisse uma postura “de rei” – daí o nome do filme. Também concorre a Melhor Filme e Melhor Ator (Colin Firth, com grandes chances). Jenny Beavan já foi indicada várias vezes e ganhou uma, faz tempo, em 1987, por “Uma Janela Para o Amor“. É possível que a academia decida que é hora de ela ganhar de novo – já concorreu por “Vestígios do Dia“, em 1993, “Razão e Sensibilidade“, em 1995, e “Assassinato em Gosford Park“, em 2001.

A Tempestade“, figurino de Sandy Powell
Adaptação da peça de Shakespeare, agora com uma mulher no papel principal de Próspero. E a Próspera é simplesmente a ganhadora de Oscar Helen Mirren! O figurino é do tipo “fantasia”, já que a história inclui feitiços & bruxarias, efeitos especiais etc. E Sandy aproveita a boa maré: foi ela quem ganhou ano passado por “A Jovem Rainha Victória. E também já ganhou mais 2 ao longo da carreira. Seu trabalho é bom, mas chega de estatueta na prateleira, né? Ou não?

Bravura Indômita“, figurino de Mary Zophres
A zebra: o filme com figurino faroeste dos irmãos Coen concorrem nessa vaga – que, na opinião do Blog LP, deveria ser de “Cisne Negro”. Mas enfim, a academia sempre surpreende e faz a 1ª indicação de Mary Zophres, que já trabalhou outras vezes com os diretores e, de prêmio, até hoje só ganhou um Saturn Award (dedicado a filmes ficção científica, fantasia e terror) por “Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal“.

Tags:                                                                            

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Comentários via Facebook

Comentários (7)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas