H-al: a marca curitibana que mistura moda e arte

Divulgação
Arte vestível? Essa é a proposta da marca curitibana H-al - clica na galeria pra ver mais! Próxima Ver mais fotos
Arte vestível? Essa é a proposta da marca curitibana H-al - clica na galeria pra ver mais!

A H-al é a marca curitibana de Alexandre Linhares e Thifany F. que criou figurino pro show “A Mulher do Fim do Mundo” de Elza Soares e trabalha com o conceito de “peças de artes vestíveis“. Seu trabalho se baseia em eco e slow design e traz técnicas artesanais como o patchwork, matelassê e bordado alinhadas à pintura – tudo produzido com resíduos de ateliês e da indústria têxtil de Curitiba!

Confira também: textão na roupa no Espaço Quadrado

Segundo Alexandre, estilista da marca, “estamos mostrando o que a gente faz em superfície, sejam elas quais forem, e isso pode ter aplicações múltiplas”. O pensamento que se reflete nas parcerias da marca: recentemente a dupla criou um painel de 18m² em algodão cru pintado na Inove, loja de móveis e decoração, que vai virar estampa pra almofadas e estofados por meio de processos de recuperação. Também teve a exposição “Despida de Palavras”, em painel têxtil que cobriu as paredes da Galeria Teix e rendeu um convite bem especial…

Botafogo ganha galeria de arte em casarão antigo

A H-al agora vai fazer parte do evento de abertura da 25ª edição da Bienal de Curitiba deste ano, com uma performance têxtil! É uma obra pronta que se transforma em pedaços que retornam às roupas numa constante mutação artística. Ficou curioso? O evento ocorre no dia 18/10 às 20h! Clica na galeria pra saber um pouco mais sobre a marca!

25ª Bienal de Curitiba
18/10 às 20h
Museu Oscar Niemeyer: R. Mal. Hermes, 999, Centro Cívico, Curitiba
Entrada gratuita

Tags:                          

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas