E será que a Gucci vai escolher… Hedi Slimane?

Montagem Blog LP/Reprodução
Altuzarra, Slimane e Tisci: e aí, quem vai pra Gucci?
Altuzarra, Slimane e Tisci: e aí, quem vai pra Gucci?

A especulação ferve depois da notícia sobre a saída da estilista Frida Giannini da Gucci em 2015. E a nova, que pinta via a coluna bem-informada “Page Six” do “New York Post”, é que a lista de possíveis sucessores inclui um nome forte: Hedi Slimane.

Slimane atualmente está na Saint Laurent Paris, que é do mesmo grupo Kering, portanto seria uma questão de remanejamento. Apesar de ter estreado em 2012 sob críticas severas que o acusavam inclusive de “trair a memória e o legado” de Yves Saint Laurent, ele repaginou o conceito Rive Gauche do estilista fazendo peças de boutique cheias de desejo – e carérrimas. Ajudou as vendas a crescerem, especialmente nos EUA, enquanto a Gucci estagnou. E não esqueçamos: os iniciados dizem que foi Raf Simons quem trouxe a silhueta skinny à baila, mas quem hypou e popularizou o “sequinho” foi, sem dúvida, Slimane na Dior Homme (de 2000 a 2007). Portanto, a especulação faz sentido? Faz! Bala, ele tem. Mas talvez o próprio Slimane ainda queira criar mais pela Saint Laurent, apesar da oferta de uma supergrife mundial como a Gucci seja tentadora.

Slimane também é fotógrafo – e tá rolando exposição dele em Paris!

Mais do cenário: estão no páreo Joseph Altuzarra (a Kering já tem uma pequena porcentagem da marca homônima do estilista) e Riccardo Tisci, que é uma opção que faz os fashionistas sonharem mas com pouca probabilidade de se concretizar, pelo contrato de longo prazo que Tisci mantém com a Givenchy do grupo rival LVMH. Caso Slimane de fato vá pra Gucci, Altuzarra também pode ser uma possibilidade pra ocupar sua vaga na Saint Laurent. E aí? Qual é o seu palpite?

Tags:                  

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas