Uma caneta sustentável feita com a poluição do ar!

09.05.2017

O uso é diverso – paredes, murais e dá até pra pintar tênis, mochilas e capacetes!
Cerca de 45 minutos de captação são o suficiente pra encher uma caneta
Uma novidade sustentável bem bacana – por enquanto você pode testá-la a partir da doação no financiamento coletivo!
A tinta é feita a partir dos gases poluentes captados dos escapamentos dos carros
Olha aí uma arte criada com a caneta – funciona bem e é eco-friendly!
A Air-Ink é comercializada em diferentes tamanhos de ponteira e até em lata de spray!
Sabia que já existe uma caneta sustentável? Ela se chama Air-Ink e a tinta é feita com a poluição do ar! Vem ver mais clicando na foto!

Anirudh Sharma é um cientista que começou a pensar em sustentabilidade a partir de suas experiências – ele é da Índia, um dos países mais poluídos do mundo. Em suas pesquisas realizadas no MIT (Massachussets Institute of Technology), Sharma conseguiu criar um dispositivo que capta a poluição dos carros e transforma em tinta pra canetas – bastam 45 minutos de captação de gases pra preencher uma carga completa!

Knot Wraps da Lush com algodão orgânico de Fukushima!

Tudo começa com o filtro no escapamento dos carros, o Kaalink, que capta as mais finas partículas de poluição – cerca de 95% delas são filtradas. Dentro do carro vai um sensor que avisa quando o dispositivo está pronto pra ser recolhido e finalmente virar tinta. Toda poluição que entra ali é transformada em canetas e latas de spray – a iniciativa sustentável foi aprovada em um financiamento coletivo e a Air-Ink, como foi nomeada, vai se tornar uma realidade comercial: fica disponível à venda no mundo todo em breve! Por enquanto, você pode fazer uma doação e testar a caneta, que tal? Muita arte de rua já foi feita com ela, especialmente em Hong Kong. Quer ver? Confere na galeria – é só clicar na foto!

Tags:                            

Compartilhar