Conheça os novos nomes do Festival de Hyères 2017!

03.05.2017

Ele curte captar a natureza! Curtiu os novos nomes?
O francês Nolwenn Brod levou o “Elie Saab Prize”, no valor de € 6 mil
Ele recebeu € 15 mil da Chanel!
As fotografias do irlandês Daragh Soden levaram o Grand Prize da categoria
Uma pegada bem urbana em P&B
Wendy Andreu conquistou o prêmio do público pela sua coleção de bolsas e chapéus
E bota de franjas, com ou sem flatform!
Um salto bem diferentão, removível!
Marina Chedel conquistou o “Swarovski Prize” com a coleção de sapatos “Over the Peek”
Marina Serre, que trabalha na Balenciaga desde outubro passado e foi finalista do LVMH Prize, aposta no esportivo conceitual
Maria Korkeila foi um dos destaques, ganhando menção honrosa do júri, com a coleção masculina “Under Wraps”
Alfaiataria esportiva bem colorida!
Esse é o trabalho de Gesine Försteling, uma coleção masculina fora do comum
Um nome pra ficar de olho – ela faz coisas bem interessantes, né?
Vanessa Schindler venceu em novembro do ano passado o prêmio “Head Master Mercedes-Benz Prize”
Esse vestido à esquerda, com conchas bordadas, é um dos destaques de sua coleção!
Essa é a coleção de graduação de Vanessa, que experimenta a manipulação de um polímero líquido
Vanessa Schindler foi a grande vencedora do “Première Vision Grand Prize”, no Festival de Hyères 2017! Clica pra ver as peças dela!

Essa é a 32ª edição do Festival de Hyères, que premia em concurso de moda, acessórios e fotografia os nomes mais frescos do mercado (já vieram desse festival nomes como Anthony Vaccarello, atual YSL, e Viktor & Rolf)! A estilista suíça Vanessa Schindler, formada pela Universidade de Artes e Design de Genebra, foi a vencedora dos prêmios: de júri e de público, respectivamente o “Première Vision Grand Prize” e o “Public and City of Hyères Prize”. A coleção apresentada era a de sua graduação, a “Urithane Pool, Chapitre 2”, na qual trabalhou com um tipo de polímero líquido explorando também a funcionalidade e acabamentos em impressão 3D. Vanessa levou pra casa € 15 mil (cerca de R$ 50 mil), além de uma colaboração com a Métiers d’Art da Chanel e a marca Petit Bateau. Ano passado, em novembro, Vanessa venceu também o prêmio “Head Master Mercerdes-Benz”, no valor de 10 mil francos-suíços (cerca de R$ 30 mil). 

Fique de olho também na Y/Project!

O “Chloé Prize” foi pra estilista alemã Gesine Försteling, com sua coleção masculina; a designer filandesa Maria Korkeila ganhou uma menção honrosa do júri por sua coleção também masculina “Under Wraps” e levou pra casa € 10 mil (cerca de R$ 35 mil) concedidos pela marca Schiaparelli; Marine Serre, que trabalha na Balenciaga e foi finalista do “LVMH Prize”, foi convidada pela Galeries Lafayatte pra criar uma coleção-cápsula a ser vendida em lojas selecionadas por Paris e no e-commerce da loja. 

A marca Wanda Nylon está bombando também – confira!

Na parte de acessórios, Marina Chedel levou o “Swarovski Prize” no valor de € 15 mil pela sua coleção de sapatos, a “Over The Peak”. Já o público curtiu o trabalho da designer Wendy Andreu, pela sua coleção de bolsas e chapéus. Na fotografia, o grande prêmio foi do fotógrafo irlandês Daragh Soden, recebendo € 15 mil da Chanel; e o “Elie Saab Prize” foi dado ao francês Nolwenn Brod, no valor de € 6 mil – que ganhou também uma residência de 3 semanas em Beirute, no Líbano, pra produzir uma série de fotos na cidade. Vários nomes novos, né? Vamos ficar de olho porque vem coisa boa por aí! Confira o trabalho de cada um na galeria – é só clicar na foto!

Tags:                                                      

Compartilhar