DNA fashionista na família Hernandez

10.05.2014

As peças custam entre R$ 200 e R$ 350
Blusa tipo caleidoscópio
Grafismo no vestido de cubos
Ainda da série natureza, a estampa meio casco de árvore
Já esse outro lembra as asas de uma borboleta
Vestido seguindo a mesma linha
A blusa estampada por Marcelo Hernandez parece a imagem de uma folha vista bem de perto

Daniel Hernandez é um nome conhecido da turma da moda, figura recorrente nos backstages de beleza dos desfiles nacionais. Mas e o Marcelo Hernandez, você conhece? Irmão do Daniel, ele é designer gráfico, dá aulas de desenho técnico e ilustração de moda no Senac e acaba de desenvolver estampas digitais pra gaúcha Ursula Beltrame, marca homônima da mulher do Marcelo. Conversamos com ele sobre esta nova fase, mais voltada pra moda. As imagens das peças, que custam entre R$ 200 e R$ 350, estão na galeria – clica pra ver.

Por que você começou a trabalhar com moda?
Sempre convivi com desenho, porque meu pai era desenhista, trabalhava com propaganda, e era comum ter muito lápis e papel à disposição. No final dos anos 70 em Porto Alegre havia uma cultura e uma moda surf, rolavam as revistas californianas “Surfer” e “Surfing” e eu ficava muito tempo olhando aquelas fotos incríveis e as ilustrações dos anúncios. Foi aí que surgiu a ideia de pintar camisetas. Vendi durante alguns anos peças com estampas em airbrush e então ingressei de fato nas artes gráficas. Trabalhei na produção de panfletos, cartazes, displays, vitrines, embalagens, logotipos… Me formei artista visual pelo Instituto de Artes da UFRGS e trabalhei como designer na Université Catholique de Louvain, na Bélgica.

E como voltou pra estamparia?
Minha mulher, Ursula, possuía uma marca de tricôs que produzia somente no outono-inverno. No início de 2013 ela começou a trabalhar outros materiais e a lançar coleções pra todas as estações. Ela me perguntou se eu criaria algumas estampas pra ela testar e um mês depois entreguei uma linha com 12 modelos. Foi uma oportunidade muito bacana e pro futuro pretendo criar pra outras marcas.

Como são feitas as estampas?
Faço os desenhos à mão e o processo todo se concretiza no meio digital, mas também não descarto nenhuma ferramenta ou técnica antiga e tradicional. Minha técnica se resume à experimentação.

Ursula Beltrame: ursulabeltrametricot@gmail.com

Tags:                

Compartilhar