Dercanin, o novo nome da moda internacional

ReproduçãoChristophe Decarnin

Balenciaga é moderno demais, Lanvin ficou “atelier” em demasia e Chanel muito burguesa depois que o novo nome da moda surgiu. Quem é ele? Christophe Decarnin, o estilista que assumiu a maison Balmain, em 2006. Exagero à parte, este francês de 44 anos em apenas quatro coleções à frente da tradicional grife já é considerado o novo nome da moda internacional. A grande cartada de Decarnin foi questionar a moda atual, que estava muito elitista. Decarnin volta seu olhar para as ruas, coisa que a alta moda não fazia desde os anos 90. Sua mulher é jovem, rebelde, energética e quer seduzir. Quem não se identifica com uma heroína dessas? Tudo isso com uma pitada de irreverência kitsch, com cara de anos 80.

Márcio Madeira/ First ViewBalmain Primavera-Verão 2009

No rock and roll, Decarnin busca sua atitude “chique e choque”. Em tempos caretas, é um alento. Seus jeans justos, manchados e rasgados, mostrados na sua coleção de Primavera-Verão 2009 são peças-desejo da temporada e já se esgotaram na Inglaterra, com lista de espera de alguns modelos nas lojas de Paris. Detalhe: os modelos não saem por menos de 3 mil euros. Se essas peças chegassem ao Brasil com as taxas de importação, custariam mais de R$ 10 mil. O sucesso de Decarnin também vem do aval de starlets modernas como Gwyneth Paltrow, Kate Winslet, Audrey Tautou, Kate Moss e Julia Restoin Roitfeld, que usam modelos Balmain nas ruas, além de red carpets recentes.

ReproduçãoKate Moss, Gwyneth Paltrow e Kate Winslet exibem seus Balmains

Ao contrário de seus colegas das outras tradicionais maisons francesas, sua moda é rapidamente assimilável: calça justa, regata básica, blazer “ombrudo”, vestido curto, justo, tomara que caia… tudo usado com sandália de salto cheia de tachas. Até seus longos vestidos de festa são repletos de fendas, decotes e brilhos, mas tudo com cara de rua. Mesmo às vezes sendo exagerados e esbarrando no cafona, são totalmente irreverentes e cool, à prova de caretices. Decarnin é o cara.

Tags:  

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Comentários via Facebook

Comentários (2)

  • gilberto disse:

    Esse desenhista Cristophe, realmente inovou, dentro de uma moda já conhecida,que são os brilhos.Achei um frescor nas roupas apesar de serem totalmente vintage, um paradoxo gostoso, com muita proporção e bo gosto nas cores.Tenhom acompanhado o trabalho dele e estou ansioso para ver os proximos, a minha coleçao já inseri as jaquetas que copiei dele,ou melhor me inspirei nele.Beijos Bye Bye.

  • João disse:

    Adoro o Decarmin. A coleção setentista que o pos na mídia foi linda. Agora vivendo os 80. E depois? Por mais que ele inove, está muito previsível. Estou aguardando um novo desfile pra realmente acreditar em sua criatividade.
    Por inquanto, apenas Marc Jacobs é o meu icon designer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas