Categorias: Casamento Moda

De caso com… seguro pra casamento!

04.10.2016

“Sou uma mulher forte que acredita que tudo acontece por uma razão”, declarou Shelby – a gente adorou!
Sessão “sai de baixo, baixo astral” contou com apoio e participação ativa do pai de Shelby, Douglas Swink
Madrinhas em ação na operação “fim ao vestido da noiva”
Pra “cobrir” os danos do pé na bunda que levou do noivo, a americana Shelby Swink fez um animado ritual de descarrego
Seguro pode poupar os noivos de gastos com imprevistos que às vezes custam mais do que a própria festa de casamento

Noiva que é noiva pensa em absolutamente tudo para garantir um casamento memorável – inclusive que o mundo pode cair sobre a sua cabeça no grande dia. Ou seja, ninguém está livre de um imprevisto capaz de levar o casal a iniciar a vida conjugal endividado… Por exemplo? O toldo do estacionamento desabar sobre os carros dos convidados ou uma tempestade impedir o acesso à bucólica festa de casamento na fazenda.

Os seguros pra casamento, ainda pouco conhecidos, existem pra dar conta do prejuízo dessas e outras situações mais penosas. É o caso da noiva cujo pai sofreu um acidente 15 dias antes do casamento. Ela resolveu contratar um seguro, o pai morreu um dia antes e o casório foi adiado sem custos financeiros pros noivos. Existe ainda o noivo do tipo audaz, pra não dizer sem noção, que “morreu” na praia. Na manhã do seu casamento, o rapaz resolveu fazer fotos com os padrinhos andando de jet ski! Estatelou-se na água, quebrou clavícula e costela e quase que também quebra as finanças do casal.

Quem conta é Fernando Tavares Junior, corretor da Gracos e um fervoroso entusiasta dessa modalidade de seguro. Ao lado de espaços pra docinhos, joias, bufês, convites, vestidos de noiva, wedding destinations e toda a parafernália em uma das grandes feiras de casamento em SP, Fernando estreou a venda do Seguro para Festas de Casamento em parceria com a Porto Seguro. Quanto custa? Em geral, menos de 1% do valor investido na festa. O preço mínimo é de R$ 420 pra uma cerimônia que custou até R$ 20 mil e inclui o plano básico, que cobre danos corporais e materiais a todas as pessoas envolvidas (convidados e profissionais), mais os adicionais, que cobrem problemas variados como o não-uso do local da festa (o prédio pega fogo, por exemplo) e danos ao conteúdo (o convidado quebrou um espelho alugado ou derrubou o equipamento do DJ).

Existe um manual de dieta específico pra noivas, sabia? Vem saber mais!

Também neste ano a Abrafesta (Associação Brasileira de Eventos) lançou em parceria com a Chubb, uma das maiores seguradoras do mundo, o Seguro Eventos. Este é voltado pra pessoa jurídica, como assessoras de casamento e fornecedores associados à Abrafesta. Abrange montagem, festa e desmontagem de eventos com até 1,4 mil convidados. Pra uma festa de até 200 pessoas, por exemplo, o seguro sai por R$ 380 e cobre danos no valor de até R$ 50 mil, diz o presidente da Abrafesta, Ricardo Dias, lembrando, ao defender as vantagens do seguro, que “a noiva não pode ser traída”!

Mas se acaso ela for traída, sendo deixada a ver navios no altar, “não vai ficar assim tão fácil pro noivo”, brinca Fernando. É que não existe cobertura pra casamento que não aconteceu por falta de quórum de noivo (ou de noiva)! Nesse caso, a saída esperta da americana Shelby Swink é muito inspiradora. 5 dias antes do casamento, ela levou um pé na bunda do noivo. Pra superar o sentimento de desolação, armou uma sessão fotográfica incrível de descarrego que incluiu a destruição do vestido de noiva. No dia marcado pra cerimônia em si, fez um ritual animado com os pais e as madrinhas de espantar qualquer traço de negatividade. “Decidi não deixar este desgosto me consumir e me derrubar. Não posso descrever como foi libertadora e catártica pra mim a experiência de destruir o vestido”, declarou a ex-noiva no seu Facebook. Dica anotada? Vai que precisa, né?

Bell Kranz, do blog “Casar, Descasar, Recasar”, infohunter do site Lilian Pacce

Tags:                        

Compartilhar