Categorias: Moda

Curvas, o retorno: 6 motivos pra acreditar que você não precisa perder o culote

11.03.2010

A moda tem sido acusada constantemente de fator principal de estímulo pra distúrbios alimentares – por causa das modelos magérrimas, quase andróginas, na passarela. Mas existe algo mudando no ar. A revalorização das curvas e a procura por uma estética mais saudável parece estar saindo do âmbito da discussão e se tornando uma tendência – e uma realidade. É a busca por uma imagem feminina e mais natural, e uma reflexão sobre, afinal, o que é bonito? Seguem 6 motivos pra você pensar sobre o assunto!

. O fator Lizzie Miller: em setembro do ano passado, Lizzie ficou conhecida simplesmente por ter posado nua na revista “Glamour“. Mas com um detalhe: ela não tem o tal “corpo perfeito”. O assunto rendeu tanto que, em janeiro de 2010, a V Magazine” dedicou sua revista a modelos de tamanho G, com participação de nomes do quilate de Karl Lagerfeld.

Reproduçãolara-stone-coco-rochaLara e Coco: ícones com curvas

. As novas modelos ícones são mulheres de peito: diga adeus à magreza Kate Moss. Lara Stone, a modelo nº 1 do mundo segundo o Models.com, é daquelas que assumem suas curvas. Coco Rocha, outra queridinha do mundo fashion, declarou recentemente que gosta de um hambúrguer sim, e não vai deixar de comê-lo pra entrar no padrão. Ou seja: talvez seja o padrão que tenha que entrar nelas…

Reprodução

Image 1 of 11

Alessandra Ambrosio na Louis Vuitton outono-inverno 2010/11

. As angels agora são fashion. Sim, aquelas modelos de lingerie da Victoria’s Secret, que agora são requisitadas nos castings fashion – faz tempo que isso não rolava e elas eram relegadas ao time das “modelos comerciais”! A onda começou pequena, com Adriana Lima na Givenchy outono-inverno 2009/10. Depois Miranda Kerr foi uma surpresa na passarela de primavera-verão 2010 da Balenciaga. E quando você, fashionista, imaginaria que Alessandra Ambrósio desfilaria pra Prada, Giles e Louis Vuitton nessa temporada de outono-inverno 2010/11? Karolina Kurkova, Izabel Goulart, Doutzen Kroes e outras também deram o ar de sua graça – veja na galeria.

. Uma certa primeira-dama… Com um corpo nem um pouco mignon, Michelle Obama virou trendsetter. O que ela usa vira notícia, não por ser exatamente uma novidade, mas porque a sua imagem simpática e bonita parece lembrar as mulheres que pra ser vaidosa não é preciso pesar 20 kg. Foi um dos ícones de estilo em 2009 – e o mandato de Barack ainda tem anos pela frente…

Reproduçãolara-stone-pradaLara na Prada outono-inverno 2010/11

. O efeito Prada: no lugar de modelos bem magras, o casting escolhido por Miuccia nessa última Semana de Moda de Milão veio cheio de voluptuosas (Lara, Doutzen, Alessandra, Miranda…). Não é só isso: a estilista fez uma coleção histórica com foco numa cintura marcada e saias amplas abaixo do joelho. Recatada? E o decotão? E os babadinhos no colo que ressaltavam o tamanho dos seios? O erotismo está mais no velado do que no revelado… Críticos chegaram a chamar o resultado de New Look revisitado, referindo-se à revolução histórica que Christian Dior fez com a moda em 1947!

Reproduçãoelle-laetitia-louis-vuittonElle e Laetitia na Louis Vuitton outono-inverno 2010/11

. A confirmação vem da América: ou melhor, de uma combinação franco-americana. Marc Jacobs cria pro outono-inverno 2010/11 da Louis Vuitton uma coleção retrô que é irmã desse New Look revisitado da Prada. A saia, a cintura marcada, a valorização do “corpo-violão”. A apresentação foi batizada de “E Deus… Criou a Mulher” – o mesmo nome do filme que lançou Brigitte Bardot internacionalmente. Pra reafirmar a história, o casting também tem surpresas: Laetitia Casta e Elle Macpherson, ícones dos anos 90, mulherões. E se Miuccia propôs e Marc assinou embaixo, tá liberado o chocolate na TPM! E chega de comer só alfafa!

Tags:                                                        

Compartilhar