Os jardins japoneses da Coven

12.04.2015

A marca traz contrastes de cores que modernizam estampas tradicionais
O grou, pássaro japonês que representa longevidade
As misturas de estampas e técnicas atualizam as referências nipônicas
Flores de cerejeira são transformadas e virão poás texturizados
O xadrez vichy aparece em calças e vestidos, em diversas cores
Vichy e poá: a Coven buscou também referências clássicas
Tricôs canelados, brocados e mix de estampas dão o tom da coleção
Flores japonesas são reinterpretadas na coleção de primavera-verão 2015/16 da Coven

A Coven continua sem se apresentar nas passarelas, mas a gente foi conferir o que ela traz pra primavera-verão 2015/16 no salão de negócios do Minas Trend. E a estilista Liliane Rebehy dessa vez se inspira nos jardins japoneses e tudo que está presente neles, das flores aos pássaros. As estampas dos tradicionais quimonos são reproduzidas em técnicas de tricô e brocado; o floral é ampliado e se moderniza. A coleção mescla elementos como o canelado com o vichy. Dividindo as araras com elementos atemporais da moda, como o xadrez e o poá, estão peças que exibem grous, as garças japonesas que simbolizam paz e vida longa. O costume é vê-los bordados nos quimonos usados por mulheres no dia de seu casamento, mas na Coven eles aparecem mais realistas e em cores mais discretas. Os cortes assimétricos e os contrastes de cores atualizam as referências orientais. Confira na nossa galeria!

Tags:                                        

Compartilhar