O figurino da abertura das Olimpíadas!

05.08.2016

Os looks de neoprene da Mormaii – o da esquerda é da Lea T!

Conhece a Claudia Kopke? Ela é figurinista do programa de TVEsquenta!” e de outras coisas bem diferentes como os filmes “Tropa de Elite” e “Hoje eu Quero Voltar Sozinho” e a peça de teatro “Chacrinha, o Musical“. Agora ela tem outro desafio pra cumprir hoje, 5/08, às 20h: o figurino da abertura das Olimpíadas! Como a ideia é contar a história do país em 3 horas, ela deve passar pelo passado indígena, a colonização portuguesa e ir até o presente, com a já anunciada presença da maior top do mundo Gisele Bündchen. Já é motivo pra assistir, né? Mas tem mais: Claudia recebeu a ajuda luxuosa de diversos estilistas e marcas. Um deles é Alexandre Herchcovitch, que assina o look de Gisele (na verdade é um figurino 2 em 1, pros momentos “modelo na passarela” e “torcedora na arquibancada”) e de Regina Casé. Quem mais? Confere a lista:

. A gente errou os palpites pro look da Anitta – mas também, alguém mais imaginava a cantora vestindo Adriana Degreas? Deve surpreender!
. Tem marca de fora no balaio: a Bottletop, do britânico Cameron Saul, assina o figurino de Ludmilla. Ele é feito com lacres de lata de alumínio. Não dá pra deixar o trocadilho de lado, né: que lacre! Pra quem se incomodou com o gringo na turma, saiba: Cameron faz parte da sua produção no Brasil, usa couro sustentável da Amazônia… E sim, os lacres são, de acordo com ele, inspirados nas nossas feirinhas hippies mesmo!
. Lea T., a outra top que também deve roubar a cena, veste um long john da Mormaii e chapéu da Amapô tipo os usados no styling do desfile de primavera-verão 2014/15 da marca. Diz que ela quem carrega a placa do Brasil abrindo espaço pra delegação do país e, segundo a “Folha”, ainda vai contar com a companhia de outros dois transexuais. Essa cerimônia já vai ser histórica só por causa disso: é a 1ª vez que transexuais participam da abertura. Os Jogos Olímpicos trazem o assunto com bastante ênfase: o Comitê já garantiu como uma de suas regras que os atletas não precisam ter passado por cirurgia de redesignação sexual pra competir com a sua identidade de gênero e nome social. Palmas pra eles.
. Caetano Veloso e Gilberto Gil usam Osklen na apresentação – marca que, em seu nicho, é uma das mais reconhecidas internacionalmente.

Tags:                                              

Compartilhar