Cameron Russell não acredita em imagem – e ela é modelo

31.01.2013

Um vídeo está circulando pelas redes sociais, e ele traz uma modelo fazendo uma palestra. Como é? Isso mesmo. Cameron Russell entra no palco do TED (projeto cujo mote é disseminar ideias pelo mundo todo por meio de minipalestras) usando um vestidinho preto e saltos dourados. “Imagem é poderosa, mas também é superficial”, ela explica ao terminar de trocar de roupa no palco – agora ela vesta saia volumosa, cardigã preto e um par de Birkenstocks.

A trans brasileira Lea T está na campanha da Benetton

Durante os 10 minutos seguintes, Cameron propõe uma conversa honesta sobre profissão. “Uma das perguntas que me fazem é se ganho coisas de graça”, ela diz, e afirma que sim, consegue. E são coisas que consegue simplesmente por ser considerada bonita – no começo de sua apresentação, Russell explica que ganhou na loteria genética e isso lhe dá vantagens sobre outras pessoas. A modelo da Victoria’s Secret apresenta os fatos: em NY, 86% dos jovens revistados por policiais eram negros ou latinos e 53% das meninas americanas de 13 anos são infelizes com o próprio corpo. Quando elas chegam aos 17, a porcentagem sobe pra 78%!

Modelo plus size lança coleção de roupas

Ela ainda garante que a garota que aparece em editoriais da revista “Vogue” ao redor do mundo não é ela mesma, e sim um esforço de fotógrafos, maquiadores, stylists e editores. Parece óbvio pra quem está dentro desse universo fashion, mas é por não ser tão óbvio assim que a sinceridade dela se tornou um importante assunto supercomentado em Facebooks feministas por aí – afinal, desmitifica o suposto glamour da profissão. Confira o vídeo, na íntegra e legendado em português, aqui – e dê sua opinião nos comentários!

Tags:          

Compartilhar