Categorias: Moda

A Burberry quer “te add”!

17.09.2010

A Burberry é uma marca antiga. Verdadeiro ou falso? Os 2. Ela foi fundada lá em 1856 e mantém em linha até hoje algumas das peças que surgiram há muito tempo (vide seus conhecidos trench coats e sua padronagem original de tartan), isso é verdade. Mas ela também é uma marca de luxo mega-atualizada com os recursos tecnológicos!

ReproduçãoBurberryBurberry na frente!

Exemplos: há vários estilistas que transmitem seus desfiles ao vivo mas, na temporada passada, a Burberry foi a primeira a fazer isso em 3D. Há várias marcas que lançam campanhas online, mas a Burberry foi a única a fazer isso de maneira interativa. Pro desfile de sua coleção de primavera-verão 2011, mais novidades: ele será transmitido ao vivo em 25 lojas da grife distribuídas pelo mundo – de NY até Bombaim, na Índia – em megatelas com som estéreo. Lá, iPads estarão espalhados pra que os espectadores possam fuçar melhor a coleção depois do show e, se quiserem, já irem comprando uma coisinha ou outra da qual gostaram. Um aplicativo vai colocar em prática o conceito Click and Buy (em português, “clique e compre”) com itens selecionados da nova coleção à venda. Inclua nisso a linha de maquiagem da Burberry, que será usada nas modelos.

Conseguiu acompanhar? Ainda tem mais. Christopher Bailey, diretor criativo da grife, é quem está no controle do Twitter da Burberry até o dia 21/09, quando ela se apresenta na Semana de Moda de Londres. Seguindo ele, os fashionistas acompanharão o processo de montagem de um desfile de moda e ainda vão ter um gostinho do que vai estar na passarela. O que a Burberry ganha com isso? Cerca de 50 mil seguidores no Twitter e 1 milhão e meio de fãs no Facebook. É que, como disse Angela Ahrendts (a CEO) ao “WWD“: “Essa é a maneira que as pessoas se conectam com as marcas agora, e como a fidelidade é construída”. Anotaram, marcas nacionais?

Tags:                                        

Compartilhar