Ahimsa: mais que um termo, uma marca de sapatos!

23.07.2015

Conta pra gente o que achou nos comentários!
E com bastante precisão
Os produtos são feitos artesanalmente
E carteiras! Carteira slim (R$ 56), carteira clássica (R$ 76) e carteira longa (R$ 146)
Tem bolsas também. Mochila (R$ 276) e bolsa (R$ 246)
E as botas masculinas. Botas (R$ 266) e Toe Boot (R$ 226)
Todas as solas são feitas de cortiça. High-top sneaker (R$ 196), tênis creme (R$ 186) e Slip-on (R$ 176)
Os rapazes também podem aproveitar. Sider masulino (R$ 186) e bota Sider (R$ 206)
Olha as botas! Desert (R$ 226), bota Fivela (R$ 196) e High-top Sneaker (R$ 196)
Tem sapatos pra todas as ocasiões. Penny Loafer (R$ 196), sapato Derby (R$ 196) e Sider (R$ 186)
A marca é totalmente ecológica! Sandália Lis, sandália Tulipa (R$ 126) e sandália Slipper (R$ 146)
Já conhece a Ahimsa? Vem ver! Sapato Derby (R$ 196) e bolsa Summer (R$ 137)

Você sabe o que é Ahimsa? Do sânscrito, a palavra significa o abandono daquilo que prega a violência em detrimento da paz. E é também o nome de uma marca de acessórios veganos! A Ahimsa (marca) é paulista, mais especificamente de Franca, e procura oferecer produtos artesanais sustentáveis de qualidade, tudo livre de crueldade contra os animais. Os produtos são vendidos aqui no Brasil via e-commerce e vão desde sapatos até mochilas e malas!

Tudo começou quando Gabriel Silva abandonou a carreira de piloto após descobrir ter diabete. Logo, ele se viu em uma crise pessoal que o levou ao vegetarianismo acompanhado por uma série de questionamentos sobre hábitos de vestuário. Em seguida, seu pai, Cisso Silva, que trabalha no mercado de sapatos há 32 anos, convidou o filho pra aprender sobre a indústria e voilà, em 2013 surgiu a marca! Os sapatos chamaram nossa atenção e, como não nos contentamos apenas com imagens, conversamos com ele! Confere!

Como e quando começou a Ahimsa?
Começamos a trabalhar no projeto da marca em janeiro de 2013 e o site entrou oficialmente no ar com vendas online em julho de 2013. Após 7 meses de operação, em janeiro de 2014, decidimos abrir também a nossa fábrica própria.

Onde a marca é vendida agora?
No Brasil apenas em nosso site. Vendemos em lojas físicas parceiras nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Áustria e Portugal.

E mais: Adidas cada vez mais detox!

Qual foi a maior dificuldade que você encontrou desde o começo?
No início, com a produção terceirizada, o mais difícil foi aplicar ética e sustentabilidade em processos antiquados de produção. Nossos materiais eram muito diferentes do que o pessoal estava acostumado e por isso enfrentamos muita resistência. Um pouco disso existe ainda hoje, mesmo com a fábrica própria.

Quem é seu público?
Focamos nossos produtos nos usuários veganos, vegetarianos e também nos simpatizantes das causas animais e ambientais. Porém, não nos limitamos a esses nichos. Procuramos criar produtos que possam ser usados por qualquer pessoa, com o benefício de serem veganos, éticos e sustentáveis.

Qual é a faixa de preço?
Temos cintos que começam em R$ 46 e botas que vão até R$ 266, além de mochilas e malas de viagem que chegam a R$ 356.

Qual é o diferencial da Ahimsa em relação a outras marcas?
Hoje nossa produção é feita em fábrica própria, e opera de maneira 100% vegana. Nossa ética previne que a produção seja feita paralelamente a produtos de couro animal. Além disso, nossa preocupação ambiental (não utilizamos insumos sintéticos) vai desde o processo de planejamento do produto, passando por sua produção, até a escolha dos materiais utilizados. Tudo isso junto nos torna diferentes.

Já conhece a Louloux? Marca de sapatos artesanais com vida cigana!

Quais suas fontes de inspiração?
Nossa inspiração vem de produtos clássicos, atemporais. Procuramos fazer produtos tradicionais, já consagrados, com nossa pegada vegana, ética e ecológica.

Tem alguma marca de sapatos que você admira?
Sim, em termos de estilo admiro muito a Clarks, John Varvatos, J. Crew e Salvatore Ferragamo. Mesmo não concordando com os materiais utilizados, sempre acompanho as novidades, tendências e as novas propostas que tais marcas trazem para o mercado.

E os planos pro futuro?
Continuar expandindo nossa linha de produtos, com itens que possam preencher todas as lacunas de quem procura um armário limpo de crueldade e poluição desnecessária.

Ahimsa: sac@useahimsa.com

Tags:                                                    

Compartilhar