Os acessórios by Diego Ognibeni

06.01.2014

E da Animália em si, o brinco Folhas
Bracelete Império
E as semijoias? Esse par de brincos é da linha Classic
E mix de materiais inusitados, como juta com lagarto e tilápia com debrum de couro mestiço
Diego Ognibeni: combinação de cores ousada

Ele tem 27 anos, é formado em Desenho Industrial na PUC-Rio, passou pela Saint Martins e Istituto Marangoni em Milão e já trabalhou na Wöllner e no grupo Maria Bonita (com Danielle Jensen e também na Extra, com Ana Magalhães, na parte comercial e especialmente em acessórios). O carioca Diego Ognibeni estava bem após fazer o mestrado em acessórios de luxo na Itália mas não queria continuar lá: “Sapato italiano é muito tradicional, eu gosto de misturar matéria prima, cor…”. Aí fez 6 meses de pesquisa de mercado e identificou que falta algo mais luxuoso na parte de acessórios e semijoias no Brasil. E em agosto, lançou a marca própria que leva o seu nome!

FOTOS: as joias do mar de Mariah Rovery

“A ideia é sempre trabalhar o Brasil de forma top, não nas tendências mas no que temos de característico, a bossa. Inclusive no acabamento: a curvatura do sapato que acompanha o movimento do pé no andar”, Diego exemplifica. Ele também gosta de brincar com cores e na combinação de materiais, como a ráfia com couro de lagarto ou o croco estampado com cabra metalizada. No caso das semijoias, elas são de prata com sete banhos de ouro: “É quase uma joia mesmo, feita com ourives. A pedra tem polimento e encravação manual”. E serão sempre duas linhas: a Classic, com pedras mais altas e mistura de cor (a ideia é que as peças sejam sempre iguais no design e variem nos materiais e banhos de uma coleção pra outra) e a variante, que acompanha o mesmo tema dos sapatos. O dessa temporada foi batizada Animália, com referência em pássaros, folhas, camarões… Bem tropicalista!

Confira também rasteiras étnicas que já estão nas vitrines!

Em meados de fevereiro, as peças chegam na Lita Mortari em SP – a mesma loja recebe, em março, coleção com seleção de cores exclusiva que só será vendida no local. A ideia é começar devagar: “Quero ter um relacionamento com os pontos de venda, entender o que as pessoas vão consumir”. A faixa de preços dos sapatos é de R$ 1.200 a R$ 2.100 e das semijoias é de R$ 700 a R$ 2.000. Confira mais na galeria!

Tags:                        

Compartilhar