A Pége amplia sua linha e faz colab com a Drama e pop up com a Cotton Project

12.12.2019

Total look Pége: dos pés ao biquíni, com carinha retrô

Foi com um sapato atemporal e clássico – o babuche – que a Pége, de Mariana Adjuto e Patrícia Giufrida, começou em 2016. O calçado minimalista, artesanal e totalmente feito à mão, apelidado de Cora, foi o único produto da marca comercializado em seu primeiro ano.

Com a saída da sócia, Patrícia se tornou a única diretora criativa da Pége e está lançando novidades quentíssimas pro verão. Surgiram quatro modelos novos de calçados: a sapatilha Pina (inspirada na bailarina alemã Pina Bausch), a sandália Rita, a rasteira Dea (em homenagem à mãe da criadora) e o tamanco Vichy.

A nova colab de moda praia Pége x Drama utiliza apenas tecidos vintage

Pronta pra ampliar sua linha de produtos, ela estreia também uma coleção de moda praia, com carinha retrô. Todos os modelos são feitos com tecido reutilizado, criados em parceria com a nova marca Drama, de Maria Rocha: “A escolha de tecidos vintage foi da Maria, e é a cara da Pége. Além de ser sustentável, torna a coleção absolutamente limitada. Quando acabar, acabou. Não temos como fazer mais, e esse é o propósito do projeto”, conta Patrícia.

Cora: o primeiro modelo da Pége, já virou um clássico da marca

Chamada de “Amor de Verão não Sobe a Serra”, a coleção une a delicadeza da Pége com o ar divertido da Drama, com o cuidado de fazer peças para todos os corpos e que permitem várias formas de uso,  dependendo do modelo.

O novo modelo Rita (R$ 940) está disponível na Cotton Project e no site da Pége

A colab com a Drama e a nova coleção já estão disponíveis no site da Pége e os calçados também ficam à venda numa pop up na loja da Cotton Project, nos Jardins, São Paulo, durante o mês de dezembro. Os novos sapatos custam de R$ 750 a R$ 940, e os biquínis são vendidos com top e calcinha separadamente (média de R$ 160 cada).

Tags:                        

Compartilhar