5 marcas eco-friendly de moda praia pra você conhecer!

10.07.2017

Olha um jeito diferente de usar a cortininha – essa custa US$ 98 (cerca de R$ 300) e a calcinha US$ 78 (cerca de R$ 250). Gostou das opções? Conta pra gente nos comentários!
As peças são feitas com tecidos eco-friendly que, ao mesmo tempo, é resistente e portanto vai durar mais no seu guarda-roupa – o maiô da foto foi inspirado no Rio e custa US$ 158, cerca de R$ 500
A Hot As Hell é de Los Angeles e também entrega no mundo todo!
O meio-ambiente inspira também as estampas de planta!
A marca planta uma muda de árvore a cada compra feita – o objetivo é reestabelecer o ecossistema!
Já falamos por aqui sobre a Serpentina- vende na Choix em SP ou pelo Insta da marca!
Pras básicas e românticas! (R$ 318)
As estampas da Emi são pintadas à mão e tem essa característica fofa. O maiô da esquerda custa R$ 318 e o da direita R$ 298
A Emi Beachwear apoia a causa da sustentabilidade – o tecido utilizado pro biquíni da foto se decompõe em 4 anos!
A Salty usa tecidos biodegradáveis e controle de carbono. O maiô da foto custa R$ 315
Essa é a Salty – que tal o maiô de malha de tricô estampado (R$ 315)? O da direita é tipo arrastão (R$ 260) – ousado!
Quente! Tem rosinha millennial também, viu?
O sutiã da esquerda custa US$ 59,95 (cerca de R$ 200). À direita, top bronze custa US$ 59,65 (também cerca de R$ 200) e a calcinha asa delta US$ 52,10 (cerca de R$ 150)
Marcas de moda praia sustentável pra você conhecer – essa é a australiana Fae Swim, que entrega no mundo todo! Clica pra ver mais

A moda praia tem muito espaço pra marcas eco-friendly! São diversos os caminhos pra apostar na sustentabilidade, como utilizar tecidos biodegradáveis, que é o caso da Emi Beachwear; plantar uma árvore a cada produto vendido, um dos propósitos da Serpentina; e até pensar no ciclo fechado do produto, como faz a Fae Swim – desde o resgate de peças que já não tem mais funcionalidade até a separação das fibras e reciclagem da poliamida, que vira tecido pra novas! 

Underwear sustentável de malha de seda orgânica!

Na Hot As Hell, é utilizado um processo de estamparia digital que permite uma economia de até 95% de água se comparado a outros processos, além de outras ações éticas e sustentáveis como upcycling e uso de tecidos mais duráveis mesmo no contanto constante com cloro. E a Salty usa materiais biodegradáveis e controle de carbono na produção dos maiôs e biquínis! Muito bacana, né? São opções com várias faixas de preço – confira isso na galeria, é só clicar na foto. 

Emi Beachwear: (21) 98458-8455
Fae Swim: hello@faeswim.com
Hot As Hell: service@hot-as-hell.com
Salty: saltyaqui@gmail.com
Serpentina: simonenunes@simonenunes.com.br

Tags:                                    

Compartilhar