3 gerações na primeira capa digital da “Harper’s Bazaar”

Divulgação / Mariano Vivanco
A primeira capa digital da "Harper's Bazaar" traz Willow Smith, Adrienne Banfield-Norris e Jada Pinkett-Smith - clica na galeria pra conferir todas as fotos! Próxima Ver mais fotos
A primeira capa digital da "Harper's Bazaar" traz Willow Smith, Adrienne Banfield-Norris e Jada Pinkett-Smith - clica na galeria pra conferir todas as fotos!

A “Harper’s Bazaar” lançou nessa segunda (3/12) sua primeira capa 100% digital com Jada Pinkett Smith, sua filha Willow Smith e sua mãe Adrienne Banfield Norris! O trio comanda o talk-showRed Table Talk” no Facebook Watch, que tem feito bastante sucesso. Segundo Kerry Pieri, diretora digital de moda, “faz sentindo usar um programa que está tendo seu momento na internet em uma edição online, a gente pode colocar links e trazer vida às fotos“.

A “Glamour” agora é só digital!

A edição digital vai ser lançada a cada 4 meses e isso não significa que a revista vai parar com o impresso – pelo contrário! A ideia é trazer um senso de moda e novidades de celebridades entre as edições da revista, tratados com tanta importância que merecem uma capa! Segundo Joyann King, editora do site da “Harper’s Bazaar”, “uma reportagem de capa sempre significa que algo merece sua atenção – você sabe, com uma capa, que essa é a história mais importante. Isso realmente nos permite entregar conteúdo de alta qualidade, alta moda e de celebridades, mais do que apenas no impresso”!

Será o fim da “W Magazine”?

E não tem apenas uma imagem dessas 3 – aparecem também fotos animadas, gifs e vídeo na matéria, que ficaram pro conta do fotógrafo Mariano Vivanco. Mariano trabalha há algum tempo com a revista no impresso, mas é sua primeira capa digital! Ele se sentiu um pouco mais livre já que não teve que se preocupar se seria uma página só ou dupla e adorou dar vida às fotos, mas uma parte que ele não curtiu muito da versão online é a natureza efêmera da Internet. “Se quero que esse projeto seja impresso? Não! Mas uma palavra muito importante é ‘arquivamento’, as revistas impressas podem ser arquivadas, mas quem arquiva alguma coisa digital?”

Confira: crise, cortes e mudanças na Condé Nast

Com tantas mudanças rolando no mundo das revistas, a reflexão do fotógrafo é bem pertinente, né? Você confere mais do editorial clicando na galeria e, se quiser ler a matéria completa, é só clicar aqui!

Tags:                              

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas