Categorias: E Mais... Prazeres

Restaurantes de refugiados – vem conferir o roteirão!

24.03.2018

O New Shawarma tem duas unidades em SP: uma na av. Penha de França, 643, Penha; e outra na rua Barão de Ladário, 907, no Brás. A gente adora! Curtiu?
A Galeria Presidente, que muita gente chama de Galeria do Reggae (e que fica perto da Galeria do Rock), guarda segredos. A partir do segundo andar, você encontra sinalizações em inglês e comércio típico de países da África, além de restaurantes onde se come com a mão, como é o costume. Eles são voltados pros próprios imigrantes, então não espere por um tratamento especial. Rua 24 de Maio, 116, Centro, SP
Vai um falafel, aí? O Banarabi é de uma marroquina, a Basma, e um sírio, o Nawras. Eles já tinham um espaço, mas depois de ganhar incentivo do programa “Shark Tank Brasil” da Sony, mudaram o nome e um pouco do negócio. Hoje são dois pontos: um na rua Agostinho Cantou, 47, em um food park do Butantã; outro na rua Mourato Coelho, 972, em outro food park na Vila Madalena, ambos em SP. E eles prometem mais um em breve!
Al-Dirani também é de um sírio, Tamim Al-Dirani, e vende esfihas e outros lanches. Fica na av. Pompéia, 1.898, Pompéia
A síria Razan Suliman é outra que também aceita encomendas pelo Whats (11 99880-8496) – passa no Insta dela pra ver mais!
A comida da síria Muna Darweesh é deliciosa mas, pra experimentar, você vai ter que… encomendar e comer em casa, mesmo! Pode fazer o pedido pelo Whats (11 95437-0682) ou pelo Facebook
O Suryana também funciona em esquema de buffet e fica em Curitiba: al. Dr. Carlos de Carvalho, 603, Centro
O Talal é uma delícia e funciona em esquema por quilo – com um preço bem convidativo! Talal Al-Tinawi, o dono, veio fugido da guerra da Síria. Fica na rua Pintassilgo, 12, em Moema, SP
Na Congolinária, que fica no andar de cima da Fatiado Discos, o refugiado da República Democrática do Congo Pitchou Luambo oferece pratos da sua terra natal. Fica na av. Professor Alfonso Bovero, 382, Perdizes, SP
O Sham é sírio e só de ver a foto dá água na boca, né? Fica em Curitiba, na al. Dr. Carlos de Carvalho, 1612, Bigorrilho
Jair Rojas saiu de Bogotá em 2012 e abriu o Macondo Raízes Colombianas em SP. Hoje tem unidade do foodtruck no Calçadão Urbanóide (rua Augusta, 1291) e no Vila Butantan (rua Agostinho Cantu, 47)
De Damasco, a capital da Síria, ao Brasil: o Muradi serve kafta, kibe, essas esfihas lindas da foto… Fica na rua Salete, 243, Santana, SP
Quem disse que restaurante de refugiado precisa ter comida típica? No Adoomy do sírio Adam Hamwia, a especialidade é buffalo wings! E não para no frango frito – também tem hambúrguer! Que tal? Fica na r. Rodésia, 150, Vila Madalena, SP
Um casal de venezuelanos foi parar no Ceará e abriu um espaço no Imprensa Food Square chamado Toston, onde servem deliciosas arepas! Na av. Desembargador Moreira, 2.355, Aldeota, Fortaleza
Esse shawarma de carne é do Ogarett, do sírio Eyad Abuharb. Na r. Dr. Ornelas, 150, Canindé, SP
Ammar e Yasmim Abou Nabout são os nomes por trás de outro Damascus, mas esse fica em Brasília! Na 413 Sul, bloco B, você se delicia com a culinária síria de Yasmim
O forte do Damascus (na placa está escrito Damas, é lá mesmo) são os doces árabes. Ele é tocado por imigrantes sírios e fica na rua Cônego Eugênio Leite, 764, Pinheiros, SP
Al Janiah fica no Bixiga em SP e conta com alma palestina. As estrelas são delícias árabes como falafel, tabule, esfiha e shawarma. Na rua Rui Barbosa, 269, Bela Vista, SP. Vem ver mais locais!

A questão mundial dos refugiados segue como uma das principais pautas. No Brasil recebemos muitos deles, e alguns se dedicam à abertura de negócios pra tentar se reestabelecer no país, já que muitas vezes a validação do diploma universitário demora e os impede de exercer suas profissões originais; ou existem outras dificuldades (como a barreira da língua) que deixam a busca por um emprego mais complicada. Entre esses negócios, restaurantes e food trucks pintam, na maioria das vezes com a comida típica do país natal como a grande estrela! A gente fez um roteirão que vai de SP pra Curitiba, Brasília e Fortaleza com lugares pra comer bem, a maioria especializada em culinária síria. Quer ver? Clica na foto!

Tags:                                            

Compartilhar