Categorias: Portfolio

Kongo, o grafiteiro da Hermès

14.09.2011

Quando a Hermès divulgou sua nova linha de acessórios muita gente no mundo, mesmo sem saber, já conhecia o trabalho do homem convidado pra estampar os famosos carrés de seda da marca. Os lenços que chegam às lojas nesse mês de setembro são fruto de uma parceria que começou há 4 anos com um artista de rua – na rua! O nome dele é Cyril Phan, 42 anos, mais conhecido como Kongo, um grafiteiro de origem vietnamita que saiu dos subúrbios de Paris pra cobrir muros do Bronx nova-iorquino e até de SP! E o contato inicial dele com a fabricante das bolsas Kelly foi em 2007, durante um evento da marca em Hong Kong onde vários artistas street foram convidados pra fazer performances.

Kongo é um dos 7 membros do MAC, um coletivo de grafite criado em Paris em 1987, e ganhou projeção em 2009, entre 300 obras de grafiteiros do mundo todo que foram exibidas na expô “TAG au Grand Palais“. No mesmo ano, ele ocupou a Fundação Cartier com sua performance batizada de “Né dans la rue” (Nascido na rua). Mas antes de virar um personagem comum até pros menos entendidos – ou um hit, como foi o caso de sua festejada mostra “De la rue jaillit la couleur“, que inaugurou a galeria Wallworks no começo deste ano na capital francesa – Kongo já era nome de peso em sua área. Ele fundou em 2002 a Kosmopolis, uma instituição que desenvolve projetos e realiza todo ano o Kosmopolite, um festival internacional de grafite. Em 2007 foi a vez de oficializar a festa itinerante “Eating Frogs Tour“, que leva pro mundo todo a cultura hip hop e tem o artista como um de seus idealizadores.

A colaboração com a Hermès mostra que ele sabe usar a arte a seu favor em termos práticos: parte do lucro com as vendas dos lenços vai direto pra Kosmopolis, pra financiar novos projetos com novos artistas. A novidade une a tradição da marca francesa com o frescor dos desenhos de Kongo. O grafiteiro chegou a declarar que uma das boas surpresas durante o processo foi a estrutura de produção: cada lenço foi feito com mais de 40 telas de silk! Eles são vendidos por cerca de R$ 680 (cada), em 8 opções de cores. Já viu? Os produtos e mais da obra do francês aí na galeria!

VEJA TAMBÉM: Por dentro do livro do AVAF
LEIA MAIS: Jason Wu se inspira em Kaws pra primavera-verão 2012

Tags:                                      

Compartilhar