O mapa do impacto ambiental da produção de jeans no Brasil

Pinterest
O projeto Pegada Hídrica Vicunha vai calcular o volume de água gasto na cadeia de produção do jeans!
O projeto Pegada Hídrica Vicunha vai calcular o volume de água gasto na cadeia de produção do jeans!

O Movimento Ecoera e a Vicunha Têxtil lançaram nessa quarta-feira (7/11) o projeto Pegada Hídrica Vicunha, que vai mapear o impacto ambiental do uso da água na produção de jeans no Brasil usando métricas próprias, o que é superimportante já que o Brasil é um país que vende bastante jeans e até hoje não existia uma métrica pra medir a quantidade de água gasta nas marcas de jeanswear daqui – só no exterior!

Confira o índice de transparência na moda brasileira!

O projeto é uma parceria com a H2O Company e a ONG Iniciativa Verde e a ideia é promover uma transparência na cadeia da moda e incentivar que o setor tenha indicadores próprios e crie soluções. A produção de uma calça jeans pode gastar 11 mil litros de água facinho, facinho, você sabia?! A ideia é calcular o volume gasto de marca pra marca, desde o plantio do algodão.

Leia também: gigantes da moda se unem pra combater a poluição do plástico

Além disso, o trabalho vai identificar a situação atual de cada empresa estudada e indicar maneiras de redução da pegada hídrica e formas de compensação com projetos socioambientais como recuperação do solo, conservação dos recursos hídricos, estoque de carbono e criação de corredores pra biodiversidade

Conheça o primeiro museu do mundo dedicado à moda sustentável acaba de abrir!

Segundo Lucas Pereira, diretor técnico da Iniciativa Verde, “essa análise do consumo da água permite que criemos estratégias pra redução deste impacto durante todo o processo. A moda, por ser um setor com impacto significativo e de grande influência, pode ser uma porta de entrada pra que esse trabalho seja uma prática comum em todos os setores”! Os primeiros resultados ainda não tem previsão de anúncio, mas o projeto vem em ótimo momento com a crise hídrica que está rolando no Brasil – vamos fazer nossa parte e cobrar mais transparência das empresas?

Tags:                          

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas