As raízes de Ai Weiwei

Carol Quintanilha/Divulgação
As raízes de pequi-vinagreiro, ressignificadas. Vem ver mais da expô do Ai Weiwei! Próxima Ver mais fotos
As raízes de pequi-vinagreiro, ressignificadas. Vem ver mais da expô do Ai Weiwei!

Em outubro de 2017, o artista chinês Ai Weiwei veio ao Brasil pra uma temporada de residências artísticas no país. Uma parte do resultado disso, ao lado de uma retrospectiva de obras consagradas, agora está em cartaz na Oca!

Ai Weiwei Raiz“, com curadoria de Marcello Dantas, fala da simbologia da raiz em si – uma poesia do pai dele, Ai Qing, de 1940, fala da comunicação entre árvores pelas raízes delas no fundo da terra. A expô conta com obras que trazem raízes gigantes de pequi-vinagreiro combinadas-reconstruídas, e também mostra semelhanças entre a China, país natal do criador, e o Brasil – que metaforicamente poderiam se comunicar por baixo da terra e trocar ideias e experiências.

Veja também: o primeiro museu dedicado à moda sustentável do mundo

Weiwei já sofreu com a censura do governo chinês e seu trabalho passa por esse tema, assim como pela investigação de tradições artísticas – da China, por exemplo, em “Sunflower Seeds”, com os milhões de sementes de girassol de porcelana pintados à mão; do Brasil nos ex-votos que ele encomenda em linguagem pop e na citação ao Alfabeto Armorial do Ariano Suassuna gravada em couro de vaca formando frases sobre preconceito contra negros. É uma exposição bem interessante e cheia de subtextos, que está em cartaz em boa hora. Veja mais na galeria e passa lá!

Ai Weiwei Raiz
Até 20/01/19, de terça a domingo, das 11h às 20h
Oca: av. Pedro Álvares Cabral, Portão 2, s/n, Parque Ibirapuera, SP
Ingresso: R$ 20

Tags:                      

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas