A nova artista do Horóscopo Fashion era… modelo

11.11.2013

Combinação de cores pop
O mundo da beleza também aparece
Ou mais explícitas!
As referências à moda podem ser mais subliminares…
E o bom humor!
Blog LP adora o poder de síntese dos traços de Silene
E em editorial da “Elle” em comemoração aos 25 anos da revista
Silene Zepter em vídeo de Fause Haten do outono-inverno 2012

Nos anos 90, lá na época do Phytoervas Fashion (embrião do SPFW), não tinha Gisele Bündchen, nem Isabeli Fontana, Alessandra Ambrósio, Izabel Goulart e outras que a gente vê na passarela hoje. As tops do Brasil eram Isabela Fiorentino, Cássia Ávila, Luciana Curtis, Alessandra Berriel… e Silene Zepter! Silene, virginiana de 41 anos, continuou firme na carreira de modelo até 2003. E eis que, há um ano e meio, ela começou a dar vazão a um lado mais artístico. É por causa disso que o Blog LP convidou a camaleoa da passarela nacional (uma de suas características era mudar o cabelo a todo momento) pra ser a nova ilustradora da seção de horóscopo do site! A gente mostra mais do trabalho dela pra você na galeria – confira clicando na imagem e, claro, dá uma passadinha no Horóscopo Fashion pra ver as novas ilustrações.

Você sempre gostou de desenhar? Quando começou a virar um hábito?
Desenho há pouco tempo, faz 1 ano e meio. Tudo começou como uma brincadeira. Eu tinha comprado giz pastel há 18 anos no Japão, quando comecei a trabalhar como modelo. A 1ª vez que desenhei foi no Japão, mas foram muitos poucos desenhos, dos quais só tenho meia dúzia guardados. O resto achei uma bobagem e joguei fora. Não me lembro de ter desenhado desde então… E jamais pensei que um dia desenharia, ou que faria disso uma profissão. Isso nem sequer passou pela minha cabeça, nem mesmo como uma alternativa. Tinha outros planos. Passei por uma crise, fui fazer teatro e me formei atriz há 2 anos, mas o desenho me escolheu. Só fui fazer minhas primeiras meninas agora e comecei a dividir com as pessoas no Instagram. E elas gostaram, o que foi uma surpresa pra mim! Sou autodidata, gosto de me expressar, esse é o meu lance. Através de pensamentos, através das meninas, ora com um certo humor, ora melancólica. Acredito que o desenho foi o canal para isso.

Descreve um pouco do seu trabalho!
Gosto de desenhar e provar de tudo. Meninas, situações do dia a dia, algumas com frases, algumas com humor. São desenhos simples, mas que gostam de mandar uma mensagem, um sinal. É o ser humano como fonte de inspiração com suas preocupações, fragilidades, desabafos, coisas ridiculas. Pensamentos me inspiram, letras de música, enfim: a vida e suas encanações, mesmo as que nos parecem mais tolas.

Corre no Horóscopo Fashion pra ver!

Tem algo do mundo da moda que você levou pro seu trabalho?
Sim. Vivi e trabalhei por muito tempo nisso, faz parte de mim. Gosto da moda, e acho engraçado também o fato das pessoas se levarem tão a sério. E isso acontece no mundo todo. Faltam elementos do ser humano, falta uma piração.

Quais são suas referências e inspirações?
Gente, música, cinema, fotografia, poesia. Tudo me inspira. Sou estudiosa, gosto de estudar. Ver o que as pessoas estão fazendo, pensando – principalmente no mundo das artes. Adoro ciência e tecnologia, invenções. Gosto do cérebro humano: o que levou a pessoa a criar algo, como ela pensa e como ela põe isso no mundo? É maravilhoso! Quando vejo algo brilhante, penso: “putz, por que não pensei nisso antes?”.

Tem artistas que você admira e em que você se espelha?
Vish, tem muitos! Estou sempre buscando algo. Admiro vários: Egon Schiele, Francis Bacon, David Shrigley, Picasso, Antony Gormley, Anish Kapoor, Maurizio Cattelan que eu amo, Yayoi Kusama etc.

Quais são as próximas novidades que a gente pode esperar de você? Você comentou, por exemplo, de uma escultura que está fazendo, conta mais!
Fico entediada sempre, o que me deixa muito infeliz na maioria do tempo. Inquietação. Mas é o que me move – sinto que sou eu quem eu preciso ampliar tudo, minha visão, começar de novo do zero. Estou começando a vislumbrar alguma coisa com escultura. Gosto do objeto, a relação é diferente. E gosto de pés, desenho muitos pés. Estou trabalhando em um deles agora, um pezão.

Tags:              

Compartilhar