A artista croata que foi parar em roupas brasileiras!

15.03.2018

Em uma viagem pra Croácia, Fabiana Milazzo se apaixonou – não apenas pelo país, mas também pelo trabalho de uma artista de lá: Lena Kramaric. Ela decidiu pedir pra usar o trabalho de Lena em sua moda, que desfilou no SPFW. E agora é hora da própria Lena vir ao Brasil: ela chega aqui pra exposição inédita na loja da Fabiana nos Jardins, em SP, nessa tarde (15/03, até às 19h). Vai dar pra ver a inspiração da estilista de perto! A gente aproveitou pra conversar com a artista, que é representada pela Saatchi e já expôs na Áustria, Suíça, Noruega… Confira:

Como você descreveria seu trabalho pra alguém que nunca o viu?
Minhas pinturas são figurativas, criadas em suportes mistos. Exploro o mundo ao meu redor em relação com o meu mundo interior. De maneira introspectiva e autorrefente, tento conectar motivos do real e do surreal, do concreto, imaginário e subconsciente nas cenas narrativas. Entre meus trabalhos, existem os que são óbvios, compreendidos facilmente, e ainda há os menos decifráveis. Uso símbolos e elementos do mundo que nos cerca, e juntos eles fazem uma colagem de emoções, estados e palavras. Colagem é uma técnica que é parte integral do meu trabalho, assim como o desenho, que vem no começo e no fim de tudo que faço. Minha vida e minha arte são equalizadas.

Você usa muitas personagens femininas no seu trabalho. São versões suas?
Elas estão presentes no meu trabalho desde o começo, e à primeira vista elas são as figuras principais. Mas em uma segunda análise, elas são apenas um meio – criam a atmosfera, passam a informação e estímulo pra tela. São projeções de meus desejos, medos e tentações. Na minha cabeça não possuem gênero ou idade, e geralmente representam círculos da vida, com várias idades em um só papel. Tento deixar espaço o bastante pra quem vê a tela pras suas interpretações pessoais, nas quais espero que eles se encontrem nos personagens, mas devo concluir algo que é inevitável: em cada uma dessas personagens existe um pouco de mim.

Como você se sentiu com uma estilista brasileira se inspirando em seu trabalho? Deve ter sido inesperado, não?
Admito que sempre espero o inesperado mas isso ainda é surreal pra mim! É grande e uma honra, pra mim e pro meu país, onde toda a mídia está seguindo essa história com grande entusiasmo. No meu trabalho fico muito sozinha, e quando existe a chance de uma colaboração assim, com um nível bem profissional e muita reflexão no processo, resultados excelentes são garantidos! Fabiana fez trabalhos incríveis!

Você gosta de moda?
Gosto, quando era bem pequena sonhava em ser uma estilista. A vida me levou em uma direção diferente, mas não muito longe da moda. Nesses últimos anos meu dia a dia é muito rápido, com muito trabalho e duas filhas pequenas, então meu foco é que a roupa seja prática e confortável, eclética com combinações que pra outros são incompatíveis!

Essa é sua primeira vez no Brasil, certo? Quais são as expectativas?
Como num sonho, pousei aqui há algumas horas, primeira vez desse lado do planeta. Tudo é diferente, ar, sol, vegetais, pessoas, comida… Meus sentidos estão 100% abertos pra experiências novas e sem preço!

Fabiana Milazzo: al. Lorena, 1909, Jardins, SP

Tags:            

Compartilhar