Acessórios feitos a partir de… comida? É o novo couro!

Reprodução
Roupas e acessórios feitos com frutas e outros alimentos? Sim, eles já existem! Vem entender essa onda aqui Próxima Ver mais fotos
Roupas e acessórios feitos com frutas e outros alimentos? Sim, eles já existem! Vem entender essa onda aqui

Sabia que o lixo orgânico já é reutilizado pra fabricação de acessórios e itens de moda? Algumas marcas, como Salvatore Ferragamo e Hugo Boss, têm suas próprias réplicas de materiais como couro e seda no mercado, mas de uma forma bem diferente: elas são feitas de frutas, vegetais, cogumelos! Perfeito pros veganos e pra quem se preocupa com o meio-ambiente em geral!

Veja: Pra pular Carnaval e brilhar sem culpa: glitter sustentável!

Uma das companhias que é pioneira na fabricação de couro vegano é a Piñatex. Seu material, feito de folhas de abacaxi, já fez parceria com Hugo Boss pra uma linha de calçados masculinos e apareceu no tapete vermelho do baile do Met em 2017 na ativista eco Livia Firth. O couro ainda pode ser reproduzido de forma quase idêntica com outros materiais: a maçã, como é o caso das marcas Happy Genie, Veerah e Veggani; e o bagaço de uva da Vegea, que criou um vestido de gala com o estilista Tiziano Guardini depois exposto no museu Victoria & Albert.

Vem entender: Não basta ser a capital da moda, tem que ser sustentável!

A água de coco e o kombucha também são opções. A marca Malai desenvolveu uma celulose bacteriana totalmente orgânica e sustentável, cultivada com resíduos de água de coco – ela vira uma espécie de couro! Já o estudo de kombucha é fruto do projeto da professora Young-A Lee, que mostra que as bactérias que fermentam a bebida são semelhantes às do couro. Depois da colônia de bactérias secar, ela é usada pra fazer roupas, sapatos ou bolsas.

Follow já! 10 influenciadores sustentáveis pra inspirar novos hábitos

Salvatore Ferragamo adotou a fibra de laranja pra criar uma coleção inteirinha de roupas desenvolvida pela companhia Orange Fiber – as fibras viram um tecido! E tem mais coisa tecnológica bacana: a casca de batata da Chip[s] Board virou botões pros looks da estilista Isabel Fletcher; o tênis de cogumelos é uma colab entre a empresas alemãs Nat-2 e Zvnder… E tem uma opção que não é vegana, a fibra do leite. O material, criado pela QMilk e usado pela marca Waldegg, deu em uma mochila feita dessa fibra com viscose e lã, adequada pra pessoas que sofrem de reações alérgicas com outros materiais. O que você achou disso tudo? Vai aderir? Vem ver um pouco desses projetos em fotos clicando ali em cima! 

Tags:                                                                                          

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas