Categorias: Desfiles

Ronaldo Fraga – SPFW primavera-verão 2011/12

20.06.2011

“Com que roupa eu vou?”. A resposta que Ronaldo Fraga deu com sua primavera-verão 2011/12 foi inspirada pela vida e obra de Noel Rosa. Para compor o desfile, ele criou quarenta looks em uma cartela de cores que incluiu apenas o preto e branco. Essa é uma informação (de moda) que, diz o stylist Daniel Ueda, foi alinhavada com o intuito de fazer imagens como as de um álbum de fotos com registros do cantor e compositor no Rio de Janeiro dos anos 20 e 30. O repertório incluiu referências dos carnavais cariocas pulados na praça XV, com confetes e serpentina num primoroso trabalho de bordado sobre tule, pierrôs vestidos por camadas mil de tecido bicolor plissado, colombinas nas estampas, marinheiros nas modelagens, mais partituras e notas musicais espalhadas de maneira desordenada pela roupa (talvez por conta do lança-perfume que estava no ar, vai saber). O lifestyle da boemia carioca apareceu também, com princípios da alfaiataria aplicados em peças com acabamento que invertia as cores nos vivos, cartas de baralho em tamanho máxi e mini, e estampas digitais de copos americanos vazios e fósforos riscados. Deu samba – tanto que o desfile encerrou o line-up da temporada sem choro nem vela, com uma chuva de confetes sobre as modelos, imprensa e convidados, que entraram na roda ao som da velha guarda da Vila Isabel. Uma imagem que, com certeza, vai entrar em algum álbum. (Antonia Petta)

Tags:    

Compartilhar