Quem você quer ver no lugar de Raf Simons na Dior?

22.10.2015

A stylist Manu Carvalho: “Gostaria de ver o João Pimenta!”
Mariana Di Pilla, da “Marie Claire”: “Gostaria de alguém mais jovem, desses de Londres. Alguém inusitado tipo Simone Rocha”
Jeff Ares, do site RG: “A Dior tem tanta história! Seria legal alguém que olhasse um pouco pra história, que tivesse um trabalho muito elaborado de pesquisa. Talvez um estilista brasileiro, radicado em Londres, que se chama Ivan Nunes. É um brasileiro que trabalha no Cavalli, que ninguém conhece ainda aqui no Brasil como deveria e é um cara em que eu aposto muito pra daqui muito pouco tempo estourar!”
Luigi Torre, da “Harper’s Bazaar”: “Ai, que pergunta difícil! Ele mesmo! Não queria que ele tivesse saído. Acho que o J. W. Anderson talvez tivesse um trabalho interessante na Dior, ele tem uma abordagem intelectual um pouco parecida com a do Raf que talvez pudesse ter um resultado interessante”
Eduardo Viveiros, do site Chic, está desolado: “O Raf mesmo! Pode ser?”
Arlindo Grund: “Alexander Wang! Acho que seria um nome diferente, é um estilista que trabalha muito com streetstyle, tem uma pegada mais minimalista, a gente viu que ele fez um trabalho bonito também na Balenciaga. Acho que ele poderia trazer uma cara nova pra Dior”
Bárbara Migliori, da “Vogue”: “Joseph Altuzarra, porque acho que a Dior não pode dar um passo atrás e escolher alguém que seja muito classicista, apesar de ter talento com alta-costura. Eles têm que continuar olhando pra frente e chamar alguém que case tanto o amor pelo feminino e pelo luxo, mas que esteja querendo renovar isso, atualizar essa imagem. Esse é o papel da Dior. Dentro do mercado e das pessoas que a gente conhece, talvez o Altuzarra seja a pessoa que mais gosta de mulher e que mais quer mexer com essa imagem”
A stylist Bia Paes de Barros: “Apostaria na Phoebe Philo. Acho que ela tem uma coisa ‘cleansona’ que o Raf trouxe pra Dior. Ela pode continuar trabalhando a modernidade que ele trabalhava. Fiquei triste em saber que ele saiu exatamente porque ele estava trazendo um frescor e uma modernidade pra marca muito interessante. Acho que ela pode seguir uma linha parecida, mas talvez não tão feminina como ele”
Lilian: “Já imaginou o Pedro Lourenço na Dior? Seria o máximo! Tudo é possível, né? Ele é um jovem talento que poderia trabalhar muito todo o universo da Dior, é uma pessoa que tem cultura de moda e que traria um frescor com uma pegada contemporânea diferente da que o Raf Simons trouxe! Tô pirando aqui, mas acho importante jogarmos nomes novos pra moda!”
Daniela Falcão, da “Vogue”: “Queria muito ver o Giambattista Valli!”
Rita Lazzarotti, da “Glamour”: “Giambattista Valli! Acho que tem tudo a ver”
Larissa Lucchese, da “Marie Claire”: “Queria um estilista brasileiro! Pensei no Alexandre Herchcovitch, porque ele consegue fazer uma construção incrível nas roupas, tudo bem acabado, bem estruturado, e ele faz moulage… É um estilista completo que a gente tem”
Heloisa Tolipan: “Queria ver o Nicolas Ghesquière. Sei que ele está bem lá na Louis Vuitton, mas eu queria ver. Fui uma das primeiras pessoas a entrevistá-lo e acompanhei toda trajetória de vida e profissional dele. Acho que seria interessante, gosto muito do trabalho dele”
Matheus Evangelista, do Site RG: “Stefano Pilati. Já gosto do trabalho dele desde que ele era da Yves Saint-Laurent. Ele está na Ermenegildo Zegna Homem e está deixando o cargo da Agnona, ou seja, existe a possibilidade de que com esse gap ele possa trabalhar em outra marca. Como ele já conhece uma casa francesa tradicional, assumir a Dior poderia ser interessante, por ele ser uma pessoa clássica. A Dior precisa de uma pessoa que tenha um pezinho no clássico, mas com uma cabeça lá na frente, pra pensar em inovações”
Donata Meirelles, da “Vogue”: “O que eu gostaria de ver é o Giambattista Vallli, porque acho que ele tem tudo a ver com a marca e com a cliente da Dior. Ele tem um certo romantismo e uma mentalidade muito parecida”
Gloria Kalil: “Pedro Lourenço! Porque acho que pode ser uma grande oportunidade pros dois”

Após a surpresa que foi o anúncio da saída de Raf Simons da Dior, perguntamos pros jornalistas de moda que estão assistindo à temporada de outono-inverno 2016 da SPFW: quem eles gostariam de ver ocupando o cargo de diretor-criativo da maison? E tem um burburinho rolando: uma dança de cadeiras com Giambattista Valli na Dior, Raf Simons na Cèline e Phoebe Philo na Chanel. Será?! A gente achou meio esquisito, mas… vai saber! Faça suas apostas e vem ver as respostas do nosso bolão na galeria – é só clicar na foto!

Tags:                                        

Compartilhar