Categorias: Desfiles

Paco Rabanne – Paris primavera-verão 2012

04.10.2011

A estrutura moderna do Centre Pompidou foi o cenário da reestreia da Paco Rabanne, agora sob a batuta de Manish Arora. Depois do relançamento dos acessórios, com a icônica bolsa le69 revistada por Judy Blame, é hora de conhecer a versão século 21 da etiqueta que nos transporta automaticamente pros anos 60, quando Paco estourou com seus tubinhos metalizados.

Não deixa de ser previsível, portanto, o fato do estilista indiano retrabalhar as placas de metal ligadas por argolas em sua coleção batizada de “Femme Lumière“. E seria decepcionante pro fashionista não encontrar a assinatura do fundador nesta primavera-verão 2012. Mas Manish, aos poucos, vai mostrando seu trabalho na escolha de matérias-primas cintilantes e, principalmente, na aplicação de volumes que lembram anêmonas – mais uma referência direto do fundo do mar. Os looks não são fáceis e nem todos são usáveis, a não ser que você seja Lady Gaga. E Gaga, por sua vez, anda envolvida com o retorno de outra casa, a Thierry Mugler, citada por Suzy Menkes, afirmando que a Paco Rabanne de Manish está mais próxima de Mugler anos 80 do que dos anos 2000.

Tags:    

Compartilhar