Categorias: Desfiles

Marc Jacobs – NY primavera-verão 2011

14.09.2010

Márcio Madeira/First View

Image 1 of 20

A única coisa capaz de desviar as atenções de Tom Ford, o monotema dessa segunda-feira (13/09), foi o desfile de Marc Jacobs. Tudo começou dias antes, com a montagem de um cenário cheio de placas curvadas, reveladas por Robert Duffy via Twitter. O empresário postou fotos e garantiu que ninguém descobriria o resultado. Não até a hora do desfile, que aconteceu ontem às 22h (horário de Brasília) e foi transmitido ao vivo pelo site Marc Jacobs Live.

Quem conseguiu assistir – o Blog LP conseguiu, mas os protestos dos tweeteiros mostraram que não foi assim com todo mundo – viu umapassarela dourada, com uma espécie de círculo curvado no centro, de onde saíam as modelos, várias por vez, uma de cada fenda, ao som doVerão, de “As Quatro Estações” de Vivaldi. Trilha bem propícia pra uma coleção quente, em todos os sentidos. Tudo era maxi: as flores nos cabelos frisados das modelos, cintos com laçarotes, babados, chapéus de abas enormes, os volumes, a fluidez.

Os anos 70 de volta em plena primavera-verão 2011, pegando emprestado um perfume dos anos 40 nas modelagens de vestidos e casacões. O estilista apresentou um caldeirão de influências que se revelavam conforme as modelos entravam na passarela. Jodie Fosterem “Taxi Driver”, de Martin Scorsese, a saharienne de YSL, um toque de ciganismo e latinidade e até uma série que lembrava as criações da Missoni, com seus tricôs em zigue-zague. Tudo bem mixado, ao estilo Marc Jacobs. E ele roubou as atenções – de novo.

Tags:    

Compartilhar