Categorias: Desfiles

Fashion Rio primavera-verão 2009/10

12.06.2009

Os anos 20 e suas loucuras baixaram no Fashion Rio. A Tessuti é mais uma grife a apostar no clima noir dos clubes de jazz, com direito a Miles Davis na trilha e instrumentos musicais na passarela. Vaporosa, a coleção se vale de camadas de organza, jérseis, tafetás e cetins de seda para dar forma a vestidos coluna e saias tulipa diretamente inspirados pelo mestre Paul Poiret. Muita perna de fora e cintura deslocada nos looks de shape solto pero no mucho, já que tubinhos mais acinturados tratam de deixar claro que New Orleans não é aqui, e que a brasileira gosta mesmo é de se sentir sexy. Longe do fumacê dos cabarés, o bloco onde reinam degradês de cinzas e rosas (o melhor do desfile) é leve e muito chic, feminino até dizer chega, com seus delicados volumes e plissados. Franjas e plumas (dos boás?) pintam primeiro como acessórios, independentes, até evoluírem para uma extensão (às vezes exagerada) da própria roupa. É boa a tentativa de rejuvenescer vestidos de festa com sobreposições quase street, mas a linha tênue entre acerto e erro é tênue. Cuidado.
Sylvain Justum

Tags:    

Compartilhar