Ilaria Pasquinelli fala sobre sustentabilidade na moda

17.06.2012

Ilaria Pasquinelli: sustentabilidade pura!

Blog LP encontrou gente de outro país de cobertura da SPFW de primavera-verão 2012/13. Além da top Candice Swanepoel – que deu suas dicas da África do Sul falamos com a italiana Ilaria Pasquinelli, que visitou o Brasil a convite da Abest pra aprender mais sobre o mercado e ver a semana de moda. Ilaria escreve pro jornal britânico “The Guardian” e é autoridade em sustentabilidade: além de prestar consultoria pra empresas, ela também é a diretora do Ethical Fashion Forum que dá suporte pra negócios e ajuda profissionais a integrar esse tipo de segmento. Confira a entrevista pra ficar por dentro das novidades tecnológicas eco friendly e anote as dicas da jornalista pra quem quer ser cada vez melhor com o mundo. Papel e caneta na mão?

Enquanto isso na fila A, o Arraial dos famosos! 

Como você começou a trabalhar no The Guardian?
Eles queriam escrever uma série de artigos sobre diferentes aspectos relacionados a sustentabilidade, 7 ou 8 meses atrás, e eu entrei em contato com o chefe de redação pra sugerir escrever sobre o tema na moda, já que essa indústria é uma das que mais polui no mundo. Então, coordenei uma série de artigos – em torno de 10 – escritos por diferentes profissionais do mercado, e propus falarmos sobre a indústria brasileira de moda. Você sabe, essa é uma importante economia hoje em dia e é por isso que estou aqui!

E como surgiu sua relação com sustentabilidade?
Começou em 2007: eu estava trabalhando na International Trade Center, que ajuda países em desenvolvimento a exportar mais de suas indústrias, incluindo as têxteis. Me envolvi em um projeto no Sri Lanka que trabalha com vestuário e companhias com posicionamento sustentável. Então, desenvolvi cada vez mais interesse pelo tema e decidi focar minha carreira basicamente nisso.

Por aqui, uma das marcas que mantém uma relação com a natureza é a Osklen. O que você acha dela?
Amo a Osklen! Acredito que ela consegue combinar design com sustentabilidade. Ele [Oskar Metsavaht] é sem dúvida meu estilista preferido por aqui e acho que a marca é fácil de ser exportada. Ela é como uma bandeira pra moda brasileira!

E pra uma marca sustentável, o que é mais importante?
É educar seus clientes e ajudar a conscientizá-los sobre como o seu comportamento tem impacto na natureza. Na minha opinião, as marcas podem realmente trabalhar pra educá-los e transformar seus comportamentos, hábitos e consciências. É muito, muito importante trabalhar na educação dos seus consumidores.

Qual é a tecnologia eco friendly mais moderna na moda atualmente?
 Tem várias inovações diferentes! Muitas marcas estão trabalhando com suas fábricas pra tornar o processo industrial menos agressivo pra natureza. Há jeans, por exemplo, que é produzido com pouco ou quase nenhum uso de água, já que ela está escassa. Também existem muitas outras envolvendo materiais eco, inovando na reciclagem de materiais como poliéster – que não é sustentável e sim totalmente sintético. Mas se você reciclá-lo, isso pode ser feito muitas e muitas vezes – e por bastante tempo!

Pra quem quer reciclar o guarda-roupa com estilo e responsabilidade ambiental, quais são as três melhores dicas?
Uma coisa interessante que está na moda é fazer festas com seus amigos onde vocês trocam roupas e acessórios que não usam mais. Outra opção, que inclusive conquistou estilistas fora do Brasil, é pegar algumas peças, cortá-las, desconstruir, customizar… No fim, você terá blusas, saias e outros itens novos em folha! Pra ajudar o próximo existem as casas de caridade e ONGs que recebem roupas usadas em bom estado ou novas que você simplesmente quer doar e enviam tudo pra países em desenvolvimento, como a África. Isso é muito legal!

Tags:                        

Compartilhar