“Coletes amarelos” provocam mudanças nos desfiles de Paris – vem entender

Reprodução
O calendário da semana de moda masculina de Paris sofreu alterações por causa dos “coletes amarelos” - vem entender! Próxima Ver mais fotos
O calendário da semana de moda masculina de Paris sofreu alterações por causa dos “coletes amarelos” - vem entender!

A temporada de moda masculina começa hoje, 15/1, em Paris sob os efeitos das manifestações dos “coletes amarelos” (“gilets jaunes“, em francês). Marcas como Dior e Thom Browne mudaram a data do seu desfile para sexta-feira, 18/1, a fim de evitar os protestos que têm ocorrido aos sábados na capital francesa. No sábado, a Sacai antecipou para as 9h (em vez de 10h) e a Hermès manteve seu horário às 20h, pois os protestos costumam se concentrar no período da tarde.

Vem ver: A passarela sci-fi de Miuccia Prada

Desde novembro, quando milhares de pessoas vestindo coletes amarelos tomaram as ruas aos sábados contra medidas do governo de Emmanuel Macron (no início era contra o aumento de gasolina, depois outras reivindicações surgiram), o comércio e o mercado de luxo têm sido alvo de vandalismo dos manifestantes, Dior e Chanel entre outras. Grande parte das lojas não tem aberto nos últimos 6 sábados, gerando impacto negativo nas vendas

Leia: Conversamos com a Yoon Ahn, da Ambush!

Os “coletes amarelos” se tornaram um símbolo anti-governo e o termo foi adotado em referência à lei de trânsito que obriga seu uso pelos motoristas. Desde maio de 1968 não houve nenhum movimento de revolta tão forte quanto esse. Os coletes-amarelos também ganharam as ruas de outras capitais europeias. Será que a forte tendência neon que está rolando na moda tem a ver com isso? O que você acha? 

Tags:                                    

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas