Alexander Wang – NY primavera-verão 2011

Márcio Madeira/First View

Picture 1 of 20

Alexander Wang é o tipo de estilista que monta um pula-pula inflávelno formato de castelinho na sua festa pós-desfile. Mas se as jornalistas de moda tiraram suas ankle boots peep-toe de salto altopara pular lá, não é só porque ele sabe como dar uma festa – é que a coleção de primavera-verão 2011 que o estilista mostrou ontem (11/09) em NY foi muito bem recebida pela crítica.

A moda que ele mandou passarela adentro faz parte de umaconstrução. Daí as camisasjaquetascalçasshortsvestidos com aspecto utilitário; cheias dos recortes, tiras cruzadas e tipos de bolso que dá pra encontrar nas roupas usadas como uniforme por aqueles que vão pintar as paredes de uma casa depois de uma reforma. A coleção era quase toda feita em branco (a mesma cor da tinta que caiu no cabelo das modelos, feito com argila pelo hairstylist Guido Palau) mas, lá pro final da apresentação, algumas cores apareceram em tecidos de aparência industrial, feitos para remeter a um rolo defita, tipo a silvertape. Aí, apareceu também uma estampa – a primeira da marca. Ela é a reprodução exata de um grande papel de rascunho, que foi rabiscado aleatoriamente por toda a equipe de estilo do estilista (diz ele, contém piadinhas internas dos colegas que nem sabe do que se trata).

Você tem que entender Wang: ele está atualmente aumentando o espaço de seu ateliêreformando um apartamento seu em Tribeca e preparando a sua primeira loja, que abre suas portas mais pra frente este ano, na Grand Street. Uma grande quantidade de referências para a construção de sua coleção, e uma grande quantidade de motivos para uma comemoração – a de ontem, com o pula-pula, foi das boas: ele é também o tipo de estilista que colocou a top Alessandra Ambrósio, o fotógrafo Terry Richardson e a editora da “Elle” América, Kate Lanphear, para dançar “Party in the USA“, de Miley Cyrus, na mesma pista.

Tags:    

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas