Vera Wang primavera-verão 2016

16.09.2015

Roupa de ginástica. Alfaiataria. Paetês. A dualidade entre a vida real e a fantasia de “A Bela da Tarde” – mas sem Catherine Deneuve e os looks Yves Saint Laurent da década de 60. Essa dona de casa é moderna, mistura elementos, não tem medo das saias e vestidos em godê, enormes, nem das transparências com topzinhos. Será que essa mulher casou usando Vera Wang? Aliás, será que essa mulher é mesmo uma dona de casa? A estilista “comete” um desfile com uma cara supercontemporânea e urbana que agrada, mas causa uma contradição perto das rendas dos vestidos de noiva pelos quais, hoje, ela é famosa. Seria interessante que ela demarcasse bem, talvez até com nomes diferentes de marcas, onde começa um e termina o outro, se a ideia é mesmo levar as coleções que desfilam na Semana de Moda de NY pra um lugar mais perto de Alexander Wang (que, aliás, não é parente dela) e mais longe da Marchesa. A primavera-verão 2016 dela, de qualquer forma, tem um ar mais fresco e bem interessante!

Tags:                        

Compartilhar